Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

O LÍRIO

Sempre que a noite se rende

à madrugada

a essa hora, em que o negro

na cor roxa se transmuda

Suspira, o dia que chega

a alegria do seu suspiro de vida !

…E suspira a noite que parte

que é sempre triste a partida

- Assim - o lírio nasce

feito da noite e do dia

Puro e frágil

Perfeito e belo

Discreto, puro e casto

cor de mágoa

cor de dor

como um sorriso com lágrimas

sobre a túnica de Senhor.

Assim o lírio nasce

mais sonhado, que criado

mais oração que flor.

 ..

Maria José Rijo

...

O LIVRO DAS FLORES

estou:

publicado por Maria José Rijo às 15:36
| comentar | Favorito
partilhar
6 comentários:
De Dolores Maria a 24 de Fevereiro de 2008 às 16:40
Tia Zé do meu Coração
Mas eu Adoro os Lírios - os Lírios do campo.
Ainda hoje, ofereci ao altar do Santissimo uma
braçada de Lírios que a minha sogra me trouxe.
Até estou comovida - por esta coincidencia.
Na igreja o Senhor padre Tomazinho até falou
neles na homilia, por serem lindos e ser esta a
época certa para os oferecer na igreja.
Oh! minha querida amiga.
Adorei, adorei de verdade.
A minha sogra também gostou muito.

Muitos beijinhos Tia
... e até logo...

DO LO RES


De Gisa a 24 de Fevereiro de 2008 às 17:21
Apesar da chuvinha que cai na rua,
estou no quentinho da minha lareira.
E vim ver o que a Tia Zé hoje tem para nos
mostrar.
Uma bela flor - O lirio.
Recordo que quando fazia o meu caminho para a
escola havia uma encosta onde nasciam lirios e
eu adorava apanhar alguns para a minha mãe,
que colocava numa jarra a Jesus - lá no oratório
lá de casa.

É uma bela flor. Esta fotografia está estupenda.
Tal e qual como os recordo.

Muitos beijinhos Tia.
Gisa


De Horácio Baptista a 24 de Fevereiro de 2008 às 20:43
Finalmente consegui passar pelo seu blog.
Tenho andado tão ocupado que o tempo
não chega - mas hoje chegou, enfim, e cá estou.
Durante cerca de uma hora, estive aqui a ler os
seus artigos, que vão de encontro aos meus gostos.

Gostei imenso de tudo o que li.
As flores - é um livro muito interessante e a
Senhora consegue fazer com que nos apaixonemos
por eles.

Bem haja por este Lirio - que é Lindissimo.
Com um abraço

Horácio Baptista


De Luisinha P. a 24 de Fevereiro de 2008 às 21:05
Olá
Muito boa noite.
Eu sou a Luisinha - a filha da Dolores.
Já conhecia o seu blog (obviamente) mas ainda
não tinha feito nenhum comentário, na verdade
confesso que já tinha lido os seus artigos e que
tinha gostado imenso.
Gosto especialmente das reminiscências porque
dá a conhecer as suas vivências nos tempos
passados - mas que na verdade estão vincadas
na sua alma e coração. Acredito que seja muito
gratificante a escrita. Aqui na net tem-se a
possibilidade de dar a conhecer o seu belo trabalho
de anos e anos e mostrar a beleza da sua alma.
Os meus Pais, em especial a minha mãe, tem uma
paixão por este blog. Eles vivem diariamente
com imenso entusiasmo os seus artigos.
Este espaço é mais que um blog onde se colocam
"coisas" para outros lerem - ou não. Aqui é como...
como diria - uma biografia de vida, da sua vida
de anos a fio a escrever para um jornal.
Este blog é também um lugar onde o português
está num lugar cimeiro, a escrita é premiada
pelo bem falar português. Os temos actualissimos
e repletos de um sentido muito Lucido sobre a
vida e e os temas da vida.
Enfim - é um blog onde se está em casa.
Gosto muito do que escreve e da forma fascinante
como o faz.
Os meus Parabéns.
Voltarei para ler a beleza que existe aqui...
neste seu mundo tão bonito e especial.

Como muita ternura

Luisinha


De Maria José a 26 de Fevereiro de 2008 às 21:42
Luisinha - a sua chegada a este blog, não foi agora. Foi há muitos meses atrás, quando sua mãe, a propósito de uma reminiscência, que já não identifico, citou o seu nome e o fixei.
Isto quer dizer que afinal já sabíamos uma da outra ha muito tempo o que torna a sua visita de agora um encontro de amigas .Devo confessar-lhe que os seus pais têm sido uns companheiros assiduos deste blog e, muito principalmente a minha querida sobrinha Dolores tem sido com os seus comentários sempre generosos um grande estímulo quer para a Paulinha, quer para mim. Se as suas palavras nos faltam um dia que seja logo ela me telefona a contar, ou eu a ela
com a pergunta . - a Dolores não disse nada?
Felizmente sempre que tal aconteceu foi por motivos felizes.É que sendo o blog da Paulinha é sempre ela que põe tudo on line para que eu possa ver.
Fico feliz por saber que também nos faz companhia, agradeço muito as suas palavras e ...se os amigos dos nossos amigos nossos amigos são - acho que os para os sobrinhos também pode servir a regra...
assim sendo:- beijinhos, Luisinha - da tia Zé


De Gustavo Frederich a 24 de Fevereiro de 2008 às 22:41
"Olhai os lírios do campo; eles não trabalham
nem tecem; no entanto eu vos digo: mesmo Salomão, em toda sua glória, não se vestiu
como um deles". (Palavras de Jesus, no
Evangelho segundo São Matheus).
....

Querida Tia Zé
Em cada dia me surpreende mais e mais.
Eu adoro os Lirios porque o lírio sempre foi
visto como o símbolo da pureza e é uma
das flores mais antigas do mundo.
Pode ser encontrado em pinturas nas paredes
dos palácios da Grécia Antiga, onde era dedicado
à Hera.
O lírio é relacionado à Virgem Maria, em
homenagem à sua pureza e, talvez por esse
motivo, seja muito usado em buquês de noiva
e em festas religiosas.
Na alquimia, fabricava-se um perfume
mágico a partir desta flor, que era usado
para queimar no recinto onde se realizavam ritualísticas. Também existia uma crença
que a flor ajudava a reconciliar os amantes:
um pedaço do seu bulbo teria o poder de reaproximar os namorados que romperam as relações.
Narra a mitologia, que a conselho de Minerva,
Juno deu seu seio a Hércules, que havia sido abandonado no campo por Alcmene, sua mãe.
O jovem herói teria sugado o seio com tanta
força, que o leite esguichou em grande
quantidade. As gotas que se espalharam
no céu formaram a Via Láctea e as que
caíram na terra transformaram-se em lírios.
Outra curiosidade sobre esta flor é que
no século XVII, o lírio era usado para
decorar igrejas em homenagem à Virgem
Maria, como símbolo de sua virgindade.
Antes, porém, retiravam do lírio os órgãos masculinos e femininos (estames e pistilos),
pois só assim a flor seria "verdadeiramente
virgem".
O lírio está incluído numa antiga lista
de plantas consideradas mágicas, que
teriam o poder de proteger contra
bruxaria: dentro de casa, transformaria
as más vibrações, e no jardim, funcionaria
como uma barreira contra malefícios.
Sua forma alongada e elegante é composta
por seis pétalas que se reúnem em um
hexagrama, simbolizando, também, os níveis superiores da inteligência.
...
As Flores de Lirio representam: casamento,
pureza, inocência, majestade, doçura, paz,
saudade, proteção, nobreza...
Como já referi ali atras o maior arquétipo
simbólico para a pureza são os lírios brancos
e, a sua associação com a Virgem Maria
foi muito utilizada, inclusive seu sarcófago,
todo preenchido com lírios brancos.
Estudiosos, explicam que as pétalas brancas representam seu corpo e os estames
dourados sua alma, que incandesce com
a luz. Estas flores, incrivelmente místicas,
aparecem mais frequentemente em pinturas relacionadas à “Anunciação”, representando
o momento em que o anjo Gabriel anuncia
à Virgem, que ela teria em seu ventre,
um filho de Deus.

....

Mais ou menos isto ...
Não recordo mais nada para dizer do Lirio
neste instante, mas ...
Tia, sabe que aqui no meu novo jardim japonês
as flores que o Kioko cuida estão a ficar...
nem sei que dizer, posso passar horas a olhar
para aquelas maravilhas, a ver a pequena
cascata onde a água transparente corre para
um pequeno laguinho de nenufares... fico
radiante ao olhar Kioko a tratar do velho
bonsai 盆栽 -... ficou boquiaberto...

tal e qual como quando leio os seus poemas lindos
e enternecedores de alma e coração.
Gosto do que leio aqui.
Gosto de estar aqui consigo a conversar .
Obrigado por me ouvir.

Seu sobrinho e admirador

Gustavo Frederich




Comentar post

.Maria José Rijo


. ver perfil

. seguir perfil

. 55 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Apresentação do Livro de ...

. O Natal e os Poetas - 201...

. São Mateus 2017

. Participação - Programas ...

. Programa de São Mateus 20...

. Carta aos meus queridos A...

. Aniversário do Linhas - 2...

. Viagem a Fátima

. Reportagem do Jornal Linh...

. Parabéns Avelino

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@