Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Impossível não comentar!

Jornal Linhas de Elvas

Nº 2.883 – 14-Setembro-2006

Conversas Soltas

Droga

Volta e meia, meia volta, vem à baila a discussão sobre a necessidade das “salas de chuto”

                  salade chuto1.jpeg

Mais uma vez, aparecem ministros e médicos a bater palmas à iniciativa e aparecem outras tantas vozes mas, de sinal contrário, a contestar tais iniciativas.

               salade chuto2.jpeg

Seria humanamente cruel virar costas a semelhante drama.

É verdade que seria. Mas, cabe na cabeça de alguém que essas tais salas possam ser solução para problema de tal dimensão e gravidade? – Julgo que não.

Se o vício da droga, é uma doença, que sejam então, como doentes, tratados os viciados. Que sejam internados, desintoxicados e ajudados a reintegrar socialmente.

Mas sermos todos constrangidos a alimentar – pagando - a maneira profilática de puderem sustentar essa dolorosa chaga social, já me parece excessiva violência.

E, explico porquê:

Os diabéticos crónicos precisam de insulina diariamente.

Ser diabético, não é um vício.

È uma fatalidade.

Porque são então obrigados a pagar o seu imprescindível medicamento?

Porque não há para com eles, e para com outros portadores de doenças crónicas, semelhantes cuidados?

Porque não lhes são destinadas salas confortáveis onde sejam assistidos em especial, sem necessidade de andarem pelas consultas dos centros de saúde, às vezes em longas filas à espera de vez para obterem a receita que lhes permita comprar o remédio que os manterá vivos?

Às vezes, muitas vezes, eu quereria calar estes e outros comentários.

Bem que eu queria! - Mas, confesso: - é impossível, sentir a injustiça que subjuga, velhos, reformados pobres, e, todos aqueles a quem a diabetes vai gradualmente diminuindo a visão a caminharem receosos para atravessarem uma rua, ou descer tacteando o degrau de um passeio e pensar que, se em vez de uma fatalidade, sofressem de um vício eram tratados com mais respeito, mais justiça e, até mais misericórdia.

 

 Maria José Rijo

 

estou:

publicado por Maria José Rijo às 00:16
| comentar | Favorito
partilhar
10 comentários:
De Dolores a 24 de Junho de 2008 às 01:23
Concordo consigo tia.
A droga é um flagelo - mas então a cada dia ainda
há mais e mais e mais...

Beijinhos tia querida vou deitar-me acabei agora de
assar um leitãozinho - desta vez foi o Luisinho - o
Avelino tem a mania de baptizar a bicharada assim
que nasce.

Desejos da Luisinha - isto é da magézinha...
Beijinhos

DO LO RES


De Maria José a 24 de Junho de 2008 às 21:43
Queridos
penso que não sabem o bem que me faz contar com a vossa amizade.mas, é por isso, que mesmo quando estou mais cansada, e é o caso, não me sinto bem sem vir aqui deixar-vos um grande beijo
Até à manhã se Deus Quiser
Tia Zé


De Dolores Maria a 25 de Junho de 2008 às 01:23
Minha querida Tia
Não calcula a alegria que é receber - aqui em casa -
a sua resposta aos nossos comentários.
A Tia através dos seus blogs tornou-se numa
amiga extraordinária.
Bem haja Tia
Muitos beijinhos
Dolores
Avelino
e
Luisinha + magé


De Gustavo Frederich a 24 de Junho de 2008 às 01:33
Tia Querida
Já estou em casa - Foi uma viagem maravilhosa,
nem sei explicar por palavras - a luz que trouxe
comigo - no coração, uma luz de esperança, como
se o Padre Pio me tivesse afagado o coração, a
alma...
Pedi imenso por si - para que o Santo Padre olhe
por si e a proteja - já que eu estou tão longe para
o fazer.
Li e reli os blogs seus e devo dizer que estão os
três muito bons, acho que deve seguir a linha que
tem traçada para eles sem se importar com certas
opiniões que não são justas.
A tia sabe que eu - como seu sobrinho que sou -
aconselharia a não se incomodar - os cães ladram
e a caravana passa - mas o passado e o presente
estão em caminhos diferentes...

Este texto está muito actual porque a siuação
continua - é uma calamidade que cresce a todo o
vapor.
Beijinhos Tia
Gosto muito de si.

Gus


De Maria José a 24 de Junho de 2008 às 21:57
Eu, também estou muito contente com a sua viagem
Engraçada esta sensação de felicidade que nos atinge em pleno quando sentimos felizes aqueles a quem se quer bem.
Beijinhos meu sobrinho querido.
Tia Zé


De Gustavo Frederich a 25 de Junho de 2008 às 01:27
A tia é realmente um ser muito especial.
Gosto imenso de si.
Obrigado tia pelas suas palavras.
Com muita admiração
de quem muito a admira

Gus


De Flor do Cardo a 25 de Junho de 2008 às 02:02
Olá olá cara Maria José
Hoje tive um dia muito bom - os meus meninos
levaram-me a fazer um pique-nique daquela
forma que a Senhora e eu fizemos em tempos já
idos... arranjaram uma cesta e imagine o moste de
iguarias que lá havia.
Conseguiram (não sei onde) comprar produtos
genuinos portugueses e até havia a linguariça que
eu comi com um prazer espantoso.
Acredita que até sardinhas assadas - para o São
João havia ... e muitas outras coisas - o Aristeu
só não conseguiu as queijadas de Sintra nem os
pasteis de Nata de Belém...
qualquer dia...

Amiga
Grato SEMPRE pelo seu apoio e que seria de mim
sem as suas palavras de amizade - tanto para mim
como para o Aristeu e para o Gilinho.

Um abraço e até amanhã
é que estou partidinho...

Com amizade
Luciano


De Fisga a 25 de Junho de 2008 às 10:23

Bom dia, minha Sra. Para mim Já foi bom dia. Porque não sou muito exigente, bastou-me observar os estilhaços que devia fazer mais esta pedra no charco. Eu sou por infelicidade minha um diabético, apesar das políticas aplicadas, a doentes como eu, não sou contra os drogados, mas sim contra as políticas adoptadas para eles. E perante isto, só me lembro de uma coisa: Alguns dos pseudo combatentes por estes meios, estão a arrecadar muito dinheiro, à custa da droga. Será falsa esta ideia? Eu peço perdão pela ignorância, mas não encontro outro jeito, ao ver aplicadas as políticas que vejo e mais as que se tentam aplicar a todo o instante. É uma tristeza. Desde aos 30 anos a esta parte, apenas se conseguiu consolidar três coisas neste Pais. Algumas estradas, uns campos de futebol e a liberdade de expressão, mas atenção o que não foi financiado pela C E E por empréstimo, Tem-no sido por nós, outra coisa não seria de esperar. Só que mesmo assim, só uma percentagem desse dinheiro é que se sabe que foi para esse fim e o outro? Onde anda ele. Pode alguém dizer-me mas o País está muito mais desenvolvido, é verdade, mas é apenas para os mesmos para quem sempre esteve. Minha Sra. Desejo-lhe por muito mais tempo, um braço bem forte para continuar a atirar pedras, pode ser que alguma acerte no alvo.


De Jeanini Almeida Lopes a 24 de Agosto de 2008 às 17:39
Maria José Rijo, tudo bem? Venho por meio desta pedir licença para usar, em palestra que vou proferir em setembro sobre "Despertar", alguns de seus escritos e fotos. Sou psicóloga espirita há 30 anos. Dia 18 de outubro meu marido que é psiquiatra vai dar palestra em Lisboa.
Aguardo retorno.
Abraço fraterno, Deus a ilumine sempre!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Maria José Rijo, tudo bem? Venho por meio desta pedir licença para usar, em palestra que vou proferir em setembro sobre "Despertar", alguns de seus escritos e fotos. Sou psicóloga espirita há 30 anos. Dia 18 de outubro meu marido que é psiquiatra vai dar palestra em Lisboa. <BR>Aguardo retorno. <BR>Abraço fraterno, Deus a ilumine sempre! <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Jeanini</A> A. Lopes


De Maria josé a 25 de Agosto de 2008 às 21:25
Obrigada pela visita e pelo aprêço. Esteja à vontade para utilzar o texto, se ele serve os seus intentos.
Penso que a sua profissão deve ser apaixonante e, gostaria de conhecer trabalhos seus
Um abraço grato com os melhores votos para si
Maria José


Comentar post

.Maria José Rijo


. ver perfil

. seguir perfil

. 53 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
21
22
23

24
27
28
29
30


.posts recentes

. São Mateus 2017

. Participação - Programas ...

. Programa de São Mateus 20...

. Carta aos meus queridos A...

. Aniversário do Linhas - 2...

. Viagem a Fátima

. Reportagem do Jornal Linh...

. Parabéns Avelino

. Parabéns Luciano

. CONVITE

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@