Domingo, 3 de Agosto de 2008

GUIDO

Jornal O Despertador

Nº 235 – 25 de Junho de 2008

A visita

 

 

No passado dia 21 um grupo de íntimos do conhecido estilista elvense Guido, promoveu – na Quinta da Pureza, antiga Quinta da Araúja -  uma reunião com vários outros dos seus imensos amigos e admiradores para lhe mostrarem com as suas presenças, como o respeitam e lhe são gratos.

Sou pouco de festas, mas desta vez, também fui, como sempre que puder irei estar presente, quando é o amor estima, o respeito e a gratidão pelo valor da pessoa humana que se homenageia.

Não foi um bater palmas interesseiro ao ocupante de um qualquer cargo político de onde este, ou aquele outro, possam ainda colher proventos ou honrarias.

Não. Foi apenas a Festa.

A festa da gratidão e alegria de quem reconhece a alguém cheio de criatividade e talento a dedicação de uma vida inteira de trabalho para concretizar sonhos de beleza das mulheres da sua cidade.

Quem, minimamente, conheça o trabalho de Guido, sabe que se o tivesse querido ou tentado, ele, teria tido o percurso de um Gutchi, um Saint Laurent, um Dior...

Para tal não carecia mais talento.

Disso, ninguém terá dúvidas.

Mas, Guido modesto, por índole, e elvense de coração, ficou-se pela terra em que nasceu e, discretamente prodigalizou beleza em seu redor, tornando mais elegantes e distintas com as suas criações as noivas, as madrinhas, as acompanhantes das festas que vestiu com a paleta de cores dos tecidos que transformava em obras de arte .

Foi bom de ver e viver, os abraços de ternura e gratidão que merecidamente o envolveram.

É bom sentir e reconhecer que ainda existem laços de amizade, por amizade, gratidão por gratidão, e que no coração de todos nós ainda, e sempre, haverá espaço para admirar quem merece a estima e respeito de todos nós apenas, por essa coisa maravilhosa que é – a qualidade de ser gente - pessoa de bem – como é o caso de Guido um artista de prodigioso bom gosto de quem todos os seus amigos se orgulham  e, a quem, são gratos.

Parabéns também a “Bitucha”e Pedro, Sação Muños e Isabel Lopes e Raimundo, seu marido, pelo encanto com que fizeram realçar um espaço, já de si, belo quer pela natureza envolvente, quer pela elegância das suas dependências

Obrigada, a todos.

 

 Maria José Rijo

música: homenagem a Guido

publicado por Maria José Rijo às 15:10
| comentar | Favorito
partilhar
11 comentários:
De Dina a 3 de Agosto de 2008 às 16:58
Se há alguém de quem me lembro desde sempre em Elvas é desse senhor. Quando era miúda ia muitas vezes, primeiro com a minha mãe depois já sózinha, a sua casa junto à Sé ou levar tecidos, ou perguntar quando estaria a obra concluída...
A palavra Guido em Elvas sempre foi sinónimo de elegância.


De Fisga a 3 de Agosto de 2008 às 19:26
Para alem de uma bairrista e uma Elvense É ainda uma amiga fiel e genuína. Parabéns. Um abraço.


De Flor do Cardo a 3 de Agosto de 2008 às 21:23
Realmente, a Dina tem razão, o Guido é um nome
importante - no que diz respeito à moda.
A minha mulher algumas vezes lhe comprou vestidos,
que lhe assentavam que nem uma luva.
Minha cara amiga, os meus Parabéns por mais este
artigo.
Lembro-me muito bem deste Senhor, se lembro.

Com amizade
Luciano

Ah Cara Maria José vi que a menina Cilene escreveu
aqui nesta sua casa e estou muito contente.
É uma menina muito amiga da nossa casa, é amiga
do Gílio e com nosco aprendeu a apreciar a sua
escrita.
Fico contente por isso.

Com admiração
Luciano


De Cilene a 4 de Agosto de 2008 às 00:21
Oi
Cá estou de novo, é que este blog me encantou.
Gosto de andar por aqui, e foi o Voinho do Gílio que
mo mostrou pela primeira vez.
Obrigado por ter respondido ao meu comentário e
devo dizer-lhe que Cilene era uma ninfa irmã de
Atlas (na mitologia) é também uma planta espinhosa
mas eu sou muito carinhosa, não pico.

Obrigado por me responder
Fiquei contente.
Beijinhos no seu coração
Querida Tia do Gílio.

Cilene


De Dolores,Avelino,Luizinha a 4 de Agosto de 2008 às 22:19
Querida Tia
Nossa querida Tia
Já faz alguns dias que não vinha aqui a casa...
a Luisinha não tem estado muito bem, todo o nosso
tempo é-lhe dedicado, estamos a sofrer pela perda
mas a Luisinha já está mais calma, o médico vem
cá a casa todos os dias, e uma amiga psicologa
também.
Temos esperança que tudo melhor, para ela... se
ela estiver bem nós também. A magé já está
estável disse o medico e a nossa menina vai estar.

Foi a Luisinha que me pediu para vir escrever
este comentário não quer que a Tia se preocupe
com ela. Diz que brevemente vem ela ao blog
escrever-lhe.

Com muita amizade e carinho por si
Dolores
Avelino e Luizinha


De Maria José a 5 de Agosto de 2008 às 23:19
Continuamos preocupadas com a Luizinha.
Beijinho da
Tia Zé e Paula


De Ana Maria Lourenço a 5 de Agosto de 2008 às 00:49
Meses... muitos meses que eu não vinha aqui
a esta sua casa - e eu gosto muito de cá vir,
confesso que gosto do seu blog e muito mas tive o
meu pc avariado e só hoje mo entregaram.
Graças a Deus.
Já tinha saudades desta sua escrita surpreendente.

Os meus Parabéns porque o seu blog está muito
MUITO BOM a cada dia melhor.
Acredite que é um prazer ler os seus textos.

Um beijinho amigo

Ana Lourenço


De Aristeu a 5 de Agosto de 2008 às 01:50
Olá Tia
Só hoje consegui vir ver o seu - nosso - blog.
É sempre muito agradável entrar nas suas páginas
on-line.
Estive a ler atentamente e cheguei a este Sr. Guido
porque meu Pai me contou uma série de episódios
na casa desse Senhor, confesso que não me
recordava nada, no entanto nunca coincidi com a
tia por lá - não me esqueceria nunca, de quem ao
olhar-me me sorria sempre, e eu ficava olhando-a
com uma grande admiração e eserando sempre
que falasse comigo, o que algumas vezes aconteceu,
mas agora como explicar tal facto? Não sei, de
verdade que não sei porquê, mas a vida agora,
tantos anos depois aproxima-nos assim por esta
via.
Estou-lhe grato Tia por todos os sorrisos e palavras
que me dirigiu, nem imagina como , estes anos
todos, tenho sempre me lembrado destes episódios.
Muio obrigado e espero que a sua exposição seja
um sucesso - o que tenho a certeza que será.

Um beijinho
deste seu sobrinho
Aristeu


De Mariana Tomás a 5 de Agosto de 2008 às 18:19
Olá boa tarde
Acabei mesmo agora de descobrir o seu blog e
fiquei muito contente e até muito admirada por
causa da sua idade, 82 anos e com um blog tão
lindo aqui nestes caminhos - mas estou contente
por isso, acho bem que as pessoas da sua geração
se interessem por este tipo de iniciativa.
Gostei imenso dos seus textos, da sua forma de
pensar e escrever, dá-me a ideia de que a Senhora
tem uma imensa capacidade de encaixe - a este
mundo moderno - quero dizer que se sente que a
Senhora acompanhou o tempo, e deu os mesmos
passos interiormente.
Estou MUITO contente por si.
Com muita admiração

Mariana Tomás


De Gustavo Frederich a 5 de Agosto de 2008 às 23:22
Querida Tia
Então está adoentada? Que se passa?
Não colocou nenhum texto? Está doente pelo calor
que suponho estar nesse alentejo?
Espero que tudo esteja bem consigo.
Beijinhos
Gus


De Luisinha P. a 5 de Agosto de 2008 às 23:32
Querida Tia
A minha Mãe acabou de ler-me o seu comentário...
pelo que vim, vim ver o seu blog e ver o seu rosto,
sabe que me dá uma certa paz.
É verdade que sim.
Não sei muito bem descrever-lhe o que sinto, esta dor
de perda permanente, mas a minha Magé tem de
sobreviver, não posso perder a única pérola que
ficou do meu amor.
Vou lutar, por ela, pelos meus pais e por si. Não
esteja preocupada por mim, já bastam as suas
preocupações. Pense que a minha vida vai iniciar
um rumo diferente, uma caminhada dificil mas tenho
os meus pais que são maravilhosos, e a minha avó
que já cá está, a sogrinha de minha mãe.
Prometo que vou cuidar-me, cuidar este coração
magoado, mas vou lutar por continuar a viver.
Beijinhos tia Querida
... mas notei que não tem colocado textos dos seus
lindos, que se passa consigo? A tiazinha está bem?
Espero que sim.
Muitos beijinhos Tia
Sua sobrinha

Luizinha


Comentar post

.Maria José Rijo


. ver perfil

. seguir perfil

. 53 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
21
22
23

24
27
28
29
30


.posts recentes

. São Mateus 2017

. Participação - Programas ...

. Programa de São Mateus 20...

. Carta aos meus queridos A...

. Aniversário do Linhas - 2...

. Viagem a Fátima

. Reportagem do Jornal Linh...

. Parabéns Avelino

. Parabéns Luciano

. CONVITE

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@