Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009

A visita prometida

Jornal O Despertador

Nº 210 – 9 – Maio – 2007

A Visita

 

        

As visitas, mesmo quando esperadas, nem sempre são oportunas.

Às vezes, muitas vezes, não pela pessoa em si, mas pelas conversas, pelos assuntos, que abordam.

Principalmente se são do género de formular opiniões que vão contra o fluxo da maré...

E, é o caso.

Se eu tivesse voz activa na matéria, nunca, no Santuário de Fátima teria surgido – NO LOCAL ONDE ESTÀ – a nova basílica.

      

Nunca, jamais em tempo algum, se teria substituído a simplicidade simbólica da Cruz Alta, por nada deste mundo!

Ali bem perto da Capelinha das Aparições, nada melhor do que aquele sinal “Mais” – mais alto, mais amor, mais ideal cristão, mais tolerância, mais fé, mais...mais... mais... que aquela Cruz erguida, sobre o espaço vazio, amplo, imenso, liso, nu – dizia acenando aos corações que de longe a avistavam estais a chegar. Este é o caminho!...

Quero dizer, que, nada melhor do que a singeleza para chegar perto, quando se caminha tentando – chegar lá...

Também, se a minha voz – por cá – tivesse eco – nunca – enfeitaria o espaço ensaibrado onde a sombra do nosso Aqueduto se podia projectar grandiosa e bela - naquele emaranhado de postes que desfeiteantes, como antenas nos telhados comprometem  a imponente visão de um monumento que só precisa de espaço livre, em redor, para ser apreciado em toda a sua impressionante majestade. 

Assim se gera, na minha humilde opinião, mais um capítulo de decadência na sóbria nobreza da nossa cidade.

Ali, naquelas pedras adustas, ou na sua sombra, não havia nada a enfeitar.

       

Tudo que por ali se fizer, além de limpar e conservar -  é de  gosto  pobrezinho : - quer enfeitar, não sabe como, põe um raminho!

Com igual critério caiu a Quinta do Bispo!

Com igual critério se constroem casas alpendoradas sobre a estrada da Piedade!

Com igual critério nasceram fontes, como criadores de trutas, na rua da Carreira!

Com igual critério se arrasaram hortas e Quintas!

Com igual critério pululam rotundas!

Com igual critério se deixa esvaziar de vida o “Centro Histórico”!

Com igual critério – ou por falta dele!...Tudo pode acontecer...

... E, já agora, por imperativo de consciência, porque frontalmente dou opinião, sobre aquilo que por cá se passa, e chega ao meu conhecimento, também torno público o que penso sobre a situação do senhor Presidente Rondão frente à justiça, como indiciado.

A ser verdade, o que se aponta à Câmara de Lisboa, não vejo

       Câmara Municipal de Lisboa

Comparação possível entre o caso de Elvas e o da Câmara de Lisboa. - Cada caso - é um caso.

Aqui, a Câmara não está desgovernada – está governada como sempre foi e, a maioria dos elvenses acomodados, têm consentido.

Os Vereadores estão unidos – senão nos ideais, e processos de actuação – pelo menos, no conforto de cada fim de mês...

Quem não gosta da forma como algumas coisas são conduzidas pelo executivo – diga-o abertamente. – Isso é legítimo e honesto.

Aproveitar circunstâncias adversas para quem quer que seja, para especulações – não é justo, nem correcto, nem abona a favor de quem o fizer.

                 

Assim como, se for verdade, a “fantasia narcisista da estátua”, jamais se livrará Elvas do ridículo e da troça para a posteridade!

Nada, por agora, tem quem quer que seja – a acrescentar - ao caso do senhor Presidente Rondão.com a justiça.

Quem dele tiver queixas, pessoais, que as assuma – mas que não se sirva das circunstâncias actuais para fingir a coragem que não teve – antes.

...Visita – demorada, esta! - Pareceu-me ouvir!

! Peço desculpa! – Vou sair já...

 

  Maria José Rijo

 

estou: de (2007)
música: A visita nº 8

publicado por Maria José Rijo às 20:18
| comentar | Favorito
partilhar
6 comentários:
De Xavier Martins a 11 de Fevereiro de 2009 às 21:47
Mais um excelente registo.
Sabe que eu não gosto da nova igreja que construiram
em Fátima.
Todos podem gostar, cada um , cada qual, mas eu
não gosto. Quando vou ao santuário faço a visita de
sempre mas não vou ao novo edificio.
Excelente texto, minha amiga.

Com amizade

Xavier Martins


De Adalgisa Alexandra a 11 de Fevereiro de 2009 às 22:50
Tia querida
Outro texto muito bom, como sempre aqui neste
seu blog.
Sabe que eu gosto muito da nova igreja em Fátima.
É imensa, parece uma nave espacial por dentro, só
não gosto do Cristo no altar - merecia uma imagem
mais bonita, mas então...
Gosto de ir a Fátima, gosto do ambiente, só acho
que as pessoas fazem imenso ruido, não acha?
Noto sempre que falam muito alto e que deveriam
rezar um pouco mais, mas então cada um faz como
deseja e quer.

Beijinhos tia
Gisa

Já me ia esquecendo de lhe contar que tenho um
novo gatinho, este é cinzento e chama-se Rodrigo.
O Elias e a Picolina aceitaram-no muito bem.
Agora tenho 3.
São a minha familia (a que vive comigo)
Beijinhos
Gisa


De Aristeu a 11 de Fevereiro de 2009 às 23:18
Hoje deixo apenas
um grande beijinho.
Gostei muito do texto e concordo consigo , sempre!

Beijinhos

Aristeu


De Artur Batista a 12 de Fevereiro de 2009 às 00:09
Os meus Parabens
D. Maria José Rijo
por este blog excelente.
A sua visão - surpreende-me sempre.
Gosto imenso dos seus artigos, dos actuais e dos
mais antigos.
Um blog actualizado dia a dia - com muitas visitas
e com muitos comentários interessantes.
Gosto de estar por aqui - sinto-me bem , em paz.

Muito grato
por ter este belo blog On line.

Seu leitor de todos os dias

Artur Batista


De Dolores e Avelino a 12 de Fevereiro de 2009 às 01:07
Olá minha querida tia
Está tudo bem consigo e com a sua mana.?
Espero que sim.
Nós por aqui também levamos a nossa vidinha por
diante. Que remédio, mas a Primavera já está a
caminho e o tempo vai melhorar.

EStivemos a ler o seu texto de que gostamos muito,
aliás este blog prima pela belissima qualidade de
textos e imagens - uma simbiose simpatica e muito
atraente.

A nossa menina está uma beleza.
Falamos-lhe muito de si para ela ir memorizando
que tem uma querida Tia em Portugal, que se chama
tia Zé - que tem o mesmo nome.

Muitos beijinhos Tia
e até amanhã

Dolores


De Olivia Sousa Sampaio a 12 de Fevereiro de 2009 às 01:23
Muito boa noite
É a primeira vez que o seu belissimo blog apareceu
no meu monitor - procurava eu poemas de flores -
e vim encontrar esta maravilha.

Pelo que percebi (e ainda não vi muito) é um blog
actualizado todos os dias, de prosa e poesia e de
muitos outros separadores que me agradaram.

Vejo que tem um grande espólio literários o que me
deixou imensamente feliz - porque isso dá muito
prazer a quem gosta de ler a sério.
Gostei imenso da forma bella como os textos/artigos
ou poemas nos são apresentados.
Muito sensibilidade na apresentação e muitissima
sensibilidade/lucidez e inteligência nos textos que
apresenta.

É um blog muito visto (pelo que consta no contador)
e muito comentado onde os comentários são de
gente que gosta realmente do que lê. (como eu)
gosto de blogs com gente que comenta
civilizadamente e sem a corja dos anónimos.

Agrada-me vou ficar e ser mais uma das suas
leitoras de todos os dias.
Parabens e desculpe toda esta minha conversa mas
é uma forma de me apresentar.

Parabens por tudo o que aqui tem.
Vou ler tudo
vou ler de fio a pavio...
Irei dando noticias...

Um grande beijinho

Olivia Sousa Sampaio


Comentar post

.Maria José Rijo


. ver perfil

. seguir perfil

. 53 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
21
22
23

24
27
28
29
30


.posts recentes

. São Mateus 2017

. Participação - Programas ...

. Programa de São Mateus 20...

. Carta aos meus queridos A...

. Aniversário do Linhas - 2...

. Viagem a Fátima

. Reportagem do Jornal Linh...

. Parabéns Avelino

. Parabéns Luciano

. CONVITE

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@