Sexta-feira, 20 de Março de 2009

Poema

.

Habito dentro de mim
Que dentro de mim - vou estando
Fora de mim vai o mundo
Eu, quieta - ele girando
É dentro de mim que guardo
O que vejo
O que sinto
O que faço
O que pressinto
O que me doe - ou me encanta
O que entendo e me acalenta
E, o que não sei entender...
Tudo sorvo e absorvo
nesta ansiedade de ser...
E, às vezes sobro de mim
mas me recolho e contenho
e me aconchego no sonho...
Porque de mim o que sei
É que um dia partirei
incapaz de me habitar...
E, será já fora de mim
que então descobrirei
se fui quem devera ser
ou se jamais o serei...
….


Neste dia do Pai – as minhas duvidas existenciais – numa meditação mais ou menos rimada a que me permito chamar - poema - que venho dividir com todos vós pedindo ao Pai de Misericórdia luz para o caminho das nossas vidas.
Beijinhos

 

Maria José

 

 

estou: Dia do Pai
música: 19 de Março - Dia do Pai

publicado por Maria José Rijo às 00:33
| comentar | Favorito
partilhar
7 comentários:
De Gustavo Frederich a 20 de Março de 2009 às 00:58
Grandissimo este poema.
ADOREI
É um belissimo poema no Dia di Pai.

Ler os seus poemas - marcas da sua alma - levam-me
a pensar o meu próprio percurso, levam-me sempre
pelos meus próprios caminhos interiores.
Este poema é um caminhar interior - de duvidas -
como o meu - abrir e fechar de janelas - entre almas
doces e amrgas, entre flores que parecem sorrir
para a vida e ao mesmo tempo murcham... quase
sem sentido.

Li e reli o seu poema e ele contem caminhos que
podemos, olhar de lado, ou caminhar a seu lado
olhando as margens.

Acabei de o ler ao telefone ao nosso amigo padre
(dizendo isto) o nosso outro querido padre vem ao
sentido e quase consigo vislumbrar, naqueles
olhos azuis , o vibrar com cada verso.
O padre Anton (agora o nosso amigo Padre) sorriu
e pediu para eu reler - ele escrever para meditar.
Eu decorei para não esquecer nem um verso, nem
uma palavras.

Parabens Tia querida.
Esre seu blog é formidável, encantador e notei
que pelo numero de visitantes - imensamente
visitado, o que muito me alegra.

Muitos beijinhos Tia Querida
Gosto muito de si.

Beijinhos


Gus


De Adalgisa Alexandra a 20 de Março de 2009 às 01:01
Lindo Tia
Muitos Parabens por este poema tão belo.
Fica a minha alma sempre sensivel a esta sua
linda forma de poesia.

Gosto MUITO de si
Minha querida Tia
e hoje estive aqui aguardando todo o serão e
quando apareceu esta maravilha tive a minha
recompensa.

É LINDOoooooooooooooooooooo

Parabens e muitos beijinhos


Gisa


De Aristeu a 20 de Março de 2009 às 01:08
Impressinante
este poema, repleto de uma beleza
que agrada a minha alma.
Ao ler este poema chorei... o menino que ainda
está dentro de mim - não a quer ver partir...

Gosto muito de si

Aristeu


De Xavier Martins a 20 de Março de 2009 às 01:14
Já eu dormia quando a minha mulher me pediu um
chá para lhe trazer, de volta o sono,
enquanto esperava abri a net para ler a surpresa
de hoje.

D.Maria José a sua poesia é de uma profundidade
especial e bela
Como nos textos - a lucidez e a honestidade brilham
em cada palavra numa beleza impar.

Muitos Parabens por mais este BELLO poema.
Adoro caminhar nos seus blog.
Adorei este poema
Como o Gus também o quero decorar.

Um grande abraço
e hoje beijo-lhe a mão

Obrigado por nos mostrar o seu espolio literário.
Seuadmirador

Xavier Martins


De Dolores e Avelino a 20 de Março de 2009 às 01:18
Tinha de vir ver
Perguntava-me o Avelino se a nossa tão querida
tia não teria algo especial para o dia do Pai?
E cá está esta maravilha de poema.
Gostamos imenso
O Avelino até foi ler a Magé que se ria sempre que
ele repetia - é da Tia Zé.

Muitos beijinhos tia
mas vou dormir já são 2h e 17' aqui na
França (Claro)


Gostamos imenso de si
Muitos beijinhos

DOLORES
Avelino e Magé


De Ana Maria Lourenço a 20 de Março de 2009 às 20:52
D. Maria José
Realmente este seu poema é LINDO.
Sabe que a sua poesia me toca bastante, tanto
que na maioria me identifico com elas.
Já nem me lembro se cheguei a pedir-lhe mas
tenho tirado cópias (para o meu livro pessoal) de
uma Senhora (que já faz parte) dos meus autores
preferidos.
Pelo que textos (diversos) e todas as poesias estão
a engrossar o meu Livro - onde tenho é claro fotos
que o ilustram.

Gosto imenso do meu livrinho (destas sua tão
lindas maravilhas.)
Muitos Parabens

Com imensa admiração por uma SENHORA
que admiro desde a primeira hora e nem nos
conhecemos.

Um abraço

Ana Maria Lourenço



De Augusta Silva Torres a 20 de Março de 2009 às 21:20
Oh minha querida amiga
Desculpe tanto tempo de silencio pela minha parte
mas a amiga que cuida de mim, tem estado muito
mal de saude, tanto, tanto que pensei que iria
ficar sem ela.
quase uma tragédia se abateu na minha cabeça, eu
com tanta idade e sem ela sentia-me perdida, não
sei se me entende?

Agora já está melhor, o coração já retomou o ritmo
e uma boa dietinha vai ajudar muito.
Agora está ali sentadinha a ler um livro, um livro que
ela lê em voz alta, ela lê e eu oiço com grande
satisfacção. Ela lê muito bem e é tão agradavel.
Se Deus quizer rapidamente retomamos a nossa
vidinha, no entanto semana sim, semana não
temos os nossos convivios das quintas feiras, o tal
convivio com chazinhos e musica e poesia.
Acredita que agora as nossas amigas vão a uma
biblioteca que tem net para o publico e vão ler os
seus artigos.
Hoje foi a Rosarinho que me telefonou a contar
que a amiga tinha um poema excelente e gostaram
tanto que pediram cópias dele.
Fiquei tão contente e o meu netinho está feliz e
quero lhe contar uma surpresa que ele fez para
mim.
Fez um volume encadernado a couro com todos os
poemas e com os textos que mais me tocaram e
creia que já foram muitos.
O livro está tão bonito que até me comove ver a
foto, da minha amiga, na capa.

Ele é cheio de ternura e ele aprecia bastante o seu
espólio, diz que sortudos são todas as pessoas que
a conhecem e podem privar consigo.
É mesmo um querido o meu netinho.

Todos adoramos este seu poema.
Muitos beijinhos cara D. Maria José, minha amiga

Augusta Silva Torres


Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Parabéns Luciano

. CONVITE

. Cá Estou ... - 2

. CORAL PÚBLIA HORTÊNSIA DE...

. CRIANÇA - 1990

. Parabéns

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

. Cá Estou ... - 1

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@