Quinta-feira, 26 de Março de 2009

“A VIDA PARA QUÊ?...”

Conversas Soltas

Jornal Linhas de Elvas

Nº 2.307 – 7 Julho de 1995

 

 Mother Teresa

A Vida é uma oportunidade: APROVEITA-A

A Vida é beleza: ADMIRA-A

A Vida é um dom: APRECIA-O

A Vida é um sonho: REALIZA-O

A Vida é um desafio: ACEITA-O

A Vida é um dever: ASSUME-O

A Vida é um Jogo: JOGA-O

A Vida é cara: PRESERVA-A

A Vida é um tesouro: CONSERVA-A

A Vida é Amor: SABOREIA-A

A Vida é MISTÉRIO: APROFUNDA-O

A Vida é uma promessa: CUMPRE-A

A Vida é tristeza: ULTRAPASSA-A

A Vida é uma canção: CANTA-A

A Vida é uma luta: TRAVA-A

A Vida é uma tragédia: ENFRENTA-A

A Vida é uma aventura: OUSA-A

A Vida é sorte: MERECE-A

A Vida é preciosa: NÂO A DESTRUAS

A Vida é VIDA: LUTA POR ELA

 

Madre Teresa de Calcutá

 

Não tenho dúvidas de que qualquer pessoa, que leia estas reflexões escritas por Madre Teresa, guardará da sua autora a imagem correspondente ao apreço que tais considerações lhe merecem.

E, mesmo quem nunca tenha reparado na figurinha frágil e gasta de mulher já velha, que por vezes os jornais publicamente vinculam; mesmo esses; guardarão consigo a mensagem de força, fé, coragem, inteligência, bondade e tudo o mais que transparece do seu discurso vigoroso e lúcido que aliás – corresponde à sua postura na vida!

         

Ficará assim, de lembrança, em cada qual, conforme a sua sensibilidade, formação e interesse, um retrato interior dessa mulher que, determinada e coerente vem traçando um caminho de missão em defesa da vida e dos valores divinos do humano – que todo o mundo segue e respeita.

Nestas e noutras coisas, pensava eu, meditando na força interior -  que me falta – mas anima quem tais coisas escreveu e prova com os seus actos a verdade do que diz.

                   

Porém, uma animada conversa/debate, na televisão distraiu-me e dei por mim a rir com o comentário do interveniente do partido socialista ao referir que está convencido de que muitos estão na política para satisfazer a sua vocação para o teatro.

E, porque o pensamento é incontrolável aqui me encontrei, sem mais nem quê, a reconhecer o gosto do vedetismo que impera por aí à nossa volta.

A tal ponto que se chega à lamentação naife, inocente como um dito de criança, que faz acusar por faltoso quem não lhe propaga os retratos desejados.

                  bruxaespelho.jpg

(Dizia a bruxa na Bela-Adormecida: Espelho meu! – há alguém mais lindo do que eu?).

Pensei então, dominando o sorriso de ironia – pensei então – se “isto” tinha razão de ser!

Honestamente – creio que não.

Retrato e imagem andam a reboque um do outro e, um desabafo – lamento, destes, já é um retrato.

Depois a “glosa” trocista e injuriosa feita com apelidos ou nomes de pessoas a quem a sorte faltou – também constitui um retrato bem nítido…

                         

E… um somatório de tantas pequenas coisas tão cruéis como injustas, denunciadoras de falta de respeito pelos outros e absolutamente desnecessárias – já são feição tão vincada, que chego a pensar que misericórdia era fazer esquecer quem assim procede.

É que quando uma imagem mais vincula o prazer das perseguições, a vaidade e a arrogância do poder do que qualquer outra coisa que – por mérito – se imponha espontaneamente – é sempre feio o retrato que nos mostram…

“Quem vai na berlinda” – tem que ajeitar a sua frágil humanidade ao luxo da berlinda.

 

Não pode, como rã que quis ser boi – encher-se de ar até rebentar – ensinam as velhas fábulas desde Esopo Fedro, a La Fontaine.

 

Maria José Rijo

 

estou:

publicado por Maria José Rijo às 22:33
| comentar | Favorito
partilhar
4 comentários:
De Adalgisa Alexandra a 26 de Março de 2009 às 23:16
Mais um excelente texto neste blog que cresce a
cada dia.
Sempre interessante, sempre especial.
Adoro a madre teresa de Calcutá, uma grande
muher.

Parabens minha Tia querida por mais esta escolha,
por mais este fabuloso texto.

Muitos beijinhos
Gisa


De Gustavo Frederich a 26 de Março de 2009 às 23:29
Muitas vezes o povo é egocêntrico, ilógico e insensato,
Perdoe-o assim mesmo.
Se você é gentil, o povo pode acusá-lo de egoísta e interesseiro.
Seja gentil assim mesmo.
Se você for um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.
Se você é honesto e franco, o povo pode enganá-lo.
Seja honesto e franco assim mesmo.
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.
Se você tem paz e é feliz, o povo pode sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.
O bem que você faz hoje, o povo pode esquecê-lo amanhã.
Faça o bem assim mesmo.
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.
Veja você que, no fim das contas, é entre VOCÊ E DEUS.
Nunca foi entre você e o povo.

- Madre Teresa de Calcutá -

.....................
A minha Tiazinha muitas vezes dizia esta oração
da Madre Teresa.
Ensinaram-lha, certa vez, uma amiga que era
uma freira da ordem.
Uma missionária que conhecera a propria Madre,
segundo ela, uma Santa.

Que bom que a minha Tia Zé, caminha ao lado de
gente poderosa.
A Emma voltou ...

Beijinhos minha Tia
Gus


De Aristeu a 26 de Março de 2009 às 23:42
Gostei.
Gosto.
Gosto sempre dos seus artigos, da forma como
expõe os assuntos, como os leva pelos caminhos
da Vida.
A minha Mãe, como muitas outras, tinha um carinho
especial pelas palavras da Madre Teresa, também
ela costumava dizer:
..........
O Poema da Paz

0 dia mais belo? Hoje
A coisa mais fácil? Equivocar-se
O obstáculo maior? 0 medo
0 erro maior? Abandonar-se
A raiz de todos os males? 0 egoísmo
A distração mais bela? 0 trabalho
A pior derrota? 0 desalento
Os melhores professores? As crianças
A primeira necessidade? Comunicar-se
0 que mais faz feliz? Ser útil aos demais
0 mistério maior? A morte
0 pior defeito? 0 mau humor
A coisa mais perigosa? A mentira
0 sentimento pior? 0 rancor
0 presente mais belo? 0 perdão,
0 mais imprescindível? 0 lar
A estrada mais rápida? 0 caminho correto
A sensação mais grata? A paz interior
0 resguardo mais eficaz? 0 sorriso
0 melhor remédio? 0 otimismo
A maior satisfação? 0 dever cumprido
A força mais potente do mundo? A fé
As pessoas mais necessárias? Os pais
A coisa mais bela de todas? 0 amor

Madre Teresa de Calcutá

................

e eu gostava imenso porque ela declamava o
poema de uma forma que me deixa ainda hoje
arrepiado.
Saudades me trouxe este poema.

Obrigado Tia
tem sempre o dom de me recordar pedaços de
alegrias do meu passado.
muito obrigado

Aristeu



De Esperança Bono a 26 de Março de 2009 às 23:48
D. Maria José Rijo
Começo por Parabeniza-la por este blog tão BOM
e tão querido.
Tem imensas visitas e comentarios, nota-se como
é querida pelos seus comentadores, como é muito
lida e como gostam da forma que conta a Vida.

Parabens por mais este excelente texto.
Eu também cá venho ler todos os dias, mas não sou
muito de comentar.
Hoje comentei e deixo um louvor aos seus textos
sempre perfeitos e a esta forma linda de os mostrar.

Um beijinho
da
Esperança Bono
(Ah eu sou de Santarem)


Comentar post

.Maria José Rijo


. ver perfil

. seguir perfil

. 53 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
21
22
23

24
27
28
29
30


.posts recentes

. São Mateus 2017

. Participação - Programas ...

. Programa de São Mateus 20...

. Carta aos meus queridos A...

. Aniversário do Linhas - 2...

. Viagem a Fátima

. Reportagem do Jornal Linh...

. Parabéns Avelino

. Parabéns Luciano

. CONVITE

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@