Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

Venham comigo

 

Nestes tempos de Páscoa do ano de 2009 porque não hoje, dia seis de Abril, um passeio por entre essas árvores míticas – as oliveiras – que desde tempos imemoriais fazem parte das nossas paisagens e da nossa cultura!

Com azeite se faz o sinal da cruz abençoando, com azeite se faz o sinal da cruz na extrema-unção.

No princípio e no fim da vida dos cristãos o fruto dessa árvore simbólica da Paz e da imortalidade, fornece o divinizante oiro liquido, que para além de precioso alimento e mezinha, era também fonte luz, como se ensinava às crianças com a decantada adivinha:

 

“Verde foi meu nascimento

E de luto me vesti

Para dar luz ao mundo

Mil tormentos padeci”

 

 Para rematar o nosso passeio, uma volta em redor do tronco desta oliveira milenar.

Obrigada pela companhia, é sempre bom estar convosco. Beijinhos gratos.

estou: 6 de Abril de 2009
música: Aniversário

publicado por Maria José Rijo às 15:07
| comentar | Favorito
partilhar
15 comentários:
De Anónimo a 6 de Abril de 2009 às 15:52
1 grande beijinho de parabens e muita saúde. Angela


De Maria José a 15 de Abril de 2009 às 18:13
Queridos Amigos
Sigo a ordem em que chegaram para deixar a todos, e, a cada um, por sua vez, um enorme abraço pela alegria das vossas presenças no "tal" dia em que andaram comigo em visita às belas e idosas oliveiras.
Angela,Gus, Aristeu, Cilene,Xavier Martins,Flor do Cardo, Gilinho, Dolores e Famíia,Augusta Silva Torres, Adelaie Matias,Gabriel Vasco de Lima, Malaquias Beirâo de Sousa, Armando Franco, Mafalda Gomes
Que mais posso fazer senão guardar os vossos nomes no meu coração e retribuir, agradecida a vossa amizade!
Não vos esqueço - creiam
Um beijo Maria José


De Gustavo Frederich a 6 de Abril de 2009 às 21:48
Encantado... por tanta maravilha...
Caminhos Lindos que percorre a minha tia.
Estou deveras encantado com estas fotografias.
Este post é um delicioso percurso pelas Oliveiras
especiais e antigas, milenares.
Estou muito contente tia, mais uma vez provou a
sua criatividade, mostrando caminhos perfumados
pela vida rural.
Recordo certa vez, em Portugal, na companhia de
meus pais, num longinquo abril, na casa de uns
tios no Alentejo e nunca mais me esqueci da
beleza das Oliveiras. Tenho recordações especiais
desse tempo, do perfume dos campos, da peleta
de cores em que nos podemos deliciar.

Obrigado por este delicioso passeio na vossa
companhia.
Até estou emocionado.

Os meus Parabens tia querida

Gus


--
Árvores do Alentejo

Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
--- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Florbela Espanca




De Aristeu a 6 de Abril de 2009 às 22:01
Tiazinha não esperava outra coisa, realmente a
tia surpreende-me sempre.
Lindas fotografias do nosso Alentejo.
As oliveiras milenares são uma coisa do outro
mundo. Estou deveras deliciado com a beleza
dos campos.
Nem sei muito bem o que dizer.
Mas tia receba muitos beijinhos neste dia
especial do seu aniversário.
Um grande, grande abraço
deste seu sobrinho
Aristeu


De Cilene a 6 de Abril de 2009 às 22:10
Parabéns pra você
Nesta data querida
Muitas felicidades
Muitos anos de vida!
Parabéns pra você
Nesta data querida
Muitas felicidades
Muitos anos de vida!

É pique! É pique! É pique, é pique, é pique!
É hora! É hora! É hora, é hora, é hora!
Rá-tim-bum!
"aniversariante"! "aniversariante"! "aniversariante"!


Beijinhos tia querida
Sou a Cilene que por um artificio dos anjos
cheguei a si neste dia tão especial de seu
aniversário.
Comigo está tudo muito bem, gosto da vida de
modelo, já tenho uma casinha e vou vivendo...
com muitas saudades do Brasil, mas... tem de ser...

Gosto muito de si tia
Muitos beijinhos no seu coração

Cilene


De Xavier Martins a 6 de Abril de 2009 às 23:11
Que surpresa agradavel tive hoje, agora ao
abrir este blog meu preferido.
Os meus Parabens pelo seu aniversário.
A minha mulher junta também um grande e
afectuoso beijinho de Parabens pelo dia do seu
aniversário.

Ficamos muito contentes por este belo post, e
estas magnificas fotografias, aliás o seu blog
tem sempre fotos lindas.
Estas Oliveiras são fantásticas eu acho que as
Oliveiras deveriam ser mais acarinhadas pelas
pessoas. São árvores lindas.
No fundo meu meu quintal tenho duas delas
muito antigas e estão fabulosas.
Tenho muito respeito pelas árvores e estas em
especial.

Parabens por esta ideia Fantastica deste passeio
lindo.
Adorei a ideia.
Parabens e que tenha um resto de dia muito bom.
Destes seus leitores diários

Rute
Xavier Martins


De Flor do Cardo a 6 de Abril de 2009 às 23:34
Minha boa Amiga
Eu conheço muito bem estas Oliveiras - tantas
vezes que passei por elas... estão lindas.
Uma beleza e a outra a milenar uma maravilha
na foto ainda se avista o Forte da Graça.
Que saudades...
Que fotos fabulosas para marcar um dia tão
especial como o de hoje.
Os meus Parabens minha amiga, na nossa idade o
dia de anos nem sempre se canta alegria ( quem
nos rodeia é feliz por nós) mas nós já vivemos
num mundo da saudade ( e falo por mim) onde
tudo nos recorda outros tempos, outros lugares,
passeios e histórias...
Sei que me entende Maria José mas não é facil
ter tantos anos e ter alegria nos lábios e no
coração, mas a vida tem força para andar...
A mim leva-me pela mão - daqueles que gostam
realmente de mim.

Muitos Parabens minha amiga
Feliz dia
Um grande abraço
Luciano

(ah agora vem o Gílinho)
Surpresa...


De Virgilio Fernandes a 6 de Abril de 2009 às 23:42
Olá tiazinha do meu coração
Já tinha tantas saudades de vir aqui falar um
bocadinho consigo.
E hoje dia de aniversário, do seu aniversário.
O meu avó foi buscar um bom vinho, de uma boa
safra para o almoço e comemoramos o seu
aniversário.
A Dénise fez um belo bolo de chocolate ( o meu
preferido) e colocamos uma velas (que todos ao
mesmo tempo sopramos) e cantamos os
Parabens pra você.
Tudo como se a tia estivesse aqui sentadinha na
nossa mesa (que bom seria).
Eu fui ao jardim (do tio Américo - tem umas rosas
lindas) e tirei um belo botão que coloquei no seu
retrato, lá da sala.
Foi uma festinha que agora lhe conto aqui.
Gosto tanto de si tia.
Feliz dia querida tia

Gílinho (eh eh)



De Dolores e Avelino a 6 de Abril de 2009 às 23:56
Estava a ver que não chegava a horas...
pouco falta para a meia noite aí em terras de
Portugal, aqui na França, o horário é outro como
sabe.
Tia querida muitos beijinhos no dia de hoje.
Que seja sempre muito Feliz que a saúde lhe não
falte e que seja (diz -me o Avelino ao ouvido)
que seja perpetuamente Bem dita.

Gostamos muito de si, muito.
Desta sua familia aqui na FRança

DOLORES
Avelino
e

muitos Xi da Magé



De Augusta Silva Torres a 7 de Abril de 2009 às 00:03
Muito boa noite
minha doce amiga
Cá está esta sua velha amiga que veio
parabenizar a amiga que faz anos - neste dia
6 de Abril - dia em que a minha prima Cristina
de Ataíde também fez 85 e está muito feliz.
Eu então vou fazer , neste 2009, se o Senhor
permitir - os meus 94 Primaveras (como diz o meu
neto Antoninho.)

Amiga desejos de restinho de dia FELIZ, realmente
a amiga merece toda a Felicidade do mundo e
muita saúde para continuar o caminho na Lei do
Senhor.

Muitos beijinhos de Parabens
Desta sua e muito admiradora e amiga

Augusta Silva Torres


De Adelaide Matias a 7 de Abril de 2009 às 01:23
D. Maria José
Um beijinho muito especial para si
neste dia de aniversário, saiba que eu posso não
escrever comentários mas sempre e em cada dia
a minha presença é contada pelo contador.

Gosto imenso do seu blog e da forma belissima
como escreve.
Quero também dizer-lhe que o meu neto Martim
fez um trabalho para a escola e escolheu um
texto seu para comentar - as gavetas da memória -
foi um trabalho muito bem elaborado e ele teve
nota máxima - o que me deixou muito feliz.

Muito grata por ter este acesso tão importante
para quem gosta de ler.
Adoro o seu blog e são-me muito queridas as
suas poesias, tantas vezes com elas me
identifico.

Um beijinho muito terno
e longa vida cheia de saúde para si minha amiga

Adelaide Matias


Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Parabéns Luciano

. CONVITE

. Cá Estou ... - 2

. CORAL PÚBLIA HORTÊNSIA DE...

. CRIANÇA - 1990

. Parabéns

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

. Cá Estou ... - 1

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@