Domingo, 31 de Maio de 2009

O que se é!

 

Á Lá Minute

Jornal Linhas de Elvas

Nº 2.032 – 2 Março de 1990

 O que se é!

 

Não sei se será possível continuar tão pacatamente o arejamento que a “Perestroika” já proporcionou aos povos de leste, ou, se na impossibilidade de ser controlado o andamento dos acontecimentos, eles próprios, se sobreponham e antecipam às decisões que, é suposto, sejam tomadas para as orientar e dirigir.

             

As vezes as correntes tornam-se enxurradas e não há diques nem comportas que as detenham.

No entanto, qualquer que seja a velocidade a que as mudanças se processem; a ordem ou o atropelo em que decorram; elas terão que ser referenciadas pela historia como – antes e depois de Gorbachev. Esse homem de que os jornais falam, as rádios também, e as televisões mostram ao mundo inteiro – esse homem que não tem cara de herói, de mártir ou de santo.

                     

Ele não tem o ar dos profetas das estampas dos livros antigos, nem o perfil ascético dos grandes pensadores, não usa as lunetas comuns à imagem dos sábios míopes, nem sequer tem a cabeleira revolta que faça evocar maestros, visionários ou artistas geniais, ou qualquer particularidade que o faça confundir com heróis de moderna ficção.

              

Não. Nada disso.

Tem a cara arredondada de um burguês de classe média e o ar atento e bondoso de um clássico chefe de família.

Não arvora nem cara de mau, nem a simpatia melíflua dos demagogos.

              

Mostra-se assim tal e qual como a gente vê – com aquele jeito natural de quem sabe o que quer e o que faz e tenha ao seu dispor para talhar futuro, uma serenidade sem fim.

O que lhe passa pelo espírito não sei.

      

Só Beethoven, foi Beethoven.

http://www.youtube.com/watch?v=o0VwTw1eZ1k

 

http://www.youtube.com/watch?v=vQVeaIHWWck

 

 

O que passa pelo espírito de uns, não passa pelo espírito de outros, e só o tempo e a distância enfocam, as vezes, com a luz certa, os actos e as obras daqueles que não se medem pela craveira comum.

 

Ocorre-me a propósito uma frase que ouvi, atribuída ao Papa João Paulo II:

                    

“ O que importa não é o que se diz, nem o que se parece

Mas sim aquilo que se é “

 

Maria José Rijo

 

estou:

publicado por Maria José Rijo às 01:46
| comentar | Favorito
partilhar
4 comentários:
De Gustavo Frederich a 31 de Maio de 2009 às 02:39
Minha tão querida Tia
Muito, muito grato pelas suas queridas palavras.
É bom saber que está (perto) longe dos olhos
perto do coração - como diria o nosso saudoso
e amigo padre.

Mais um texto - embora com alguns aninhos -
estão sempre actuais e é isso- isto - que eu
adoro no que escreve - parece que os anos não
passam.
A sua actualidade é um ponto de honra neste
seu (nosso ) cantinho.

Realmente a Tia é um ser muito especial.
De uma beleza interior de grande suavidade.
Parabens minha tia tão querida
É um prazer poder ler o que escreve seja ele
em prosa como em poesia.

Um grande beijinho

Gus

E tem razão - no regresso as saudades tomam
proporções enormes que se atiram sobre nós...
dificeis de suportar - por isso saí de cá - tavez
o refazer velhos caminhos me tenha trazido de
volta...
Nem sei - mas grandes vastidões tenho de percorrer
neste meu mundo - agora desencantado.
Sei - sinto que me entende nestas meias palavras
mas...
é o que pode ser.
Muitos beijinhos

Gus


De Flor do Cardo a 31 de Maio de 2009 às 02:49
Cara amiga
Subscrevo a afirmação do seu sobrinho Gus.
Realmente lao er os seus artigos - mesmo com
anos e anos - estamos certos da sua actualização
e ISSO - é que eu acho digno de um escritor e a
Senhora - minha amiga - é UMA GRANDE ESCRITORA
- com letras grandes.
Muitos Parabens por mais este - de tantos que ainda
faltam.
Sabe que tenho uma Lista por ordem de anos que
me fez o Gilinho no computador - para eu ir dando
baixa do que vão sendo publicados aqui - neste
cantinho tão agradável.

Aqui em Brasilia - os amigos do Aristeu gostam
muito de consultar o seu blog - não só pelo prazer de
ler - mas também porque admiram a sua forma
brilhante de escrever e porque aprendem muito e
aprendem o que é escrever o nosso português.
Fico sempre contente com as novidades e ainda
mais quando ele me conta que alguns colegas
levam textos seus para que os alunos os leiam e
até fazerem trabalhos de pesqisa no seu blog.
Sinceramente é Muito bom.
Eu acho.

Parabens por isso !

-
O nosso doente - alfinetado pelas abelhas já está
em casa - mas credo - realmente os homens
doentes dão imenso trabalho e são muito chatos.
Não acha???

O Gilinho só abana a cabeça e ri com tantos
disparates - parece que vamos ter visita por
alguns meses. Ehh ehh...

Um grande abraço

Luciano


De artesaoocioso a 31 de Maio de 2009 às 17:52
Gorbachev foi um líder carismático mas chegou tarde ao poder: o regime já estava moribundo.
Nos dias de hoje, Obama é o Gorbachev da América embora esta não esteja ainda na fase terminal.
Também ele chegou tarde ao poder.
Cumprimentos


De Dolores Maria a 31 de Maio de 2009 às 22:52
Querida Tia
E o fim de semana já terminou.
Enfim... não mais se pode esticar...

Boas caiações paara si.
Que volte depressa.

Muitos beijinhos

DO LO RES


Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

. Cá Estou ... - 1

. OLÁ Dolores

. 2007 - 2017 = 10 º Aniver...

. ENCONTROS DE CIRCUNSTÂNCI...

. Recado para os Sobrinhos ...

. Saudades

. A Feira de São Mateus 201...

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@