Quinta-feira, 12 de Novembro de 2009

Uma frase – Um achado

Á Lá Minute

Jornal Linhas de Elvas

Nº 1863 – 21 Novembro de 1986

 Uma frase – Um achado

    

Não fui ao jogo.

Não está nos meus hábitos ir ao futebol, porém, informar-me se “O Elvas” venceu ou não, depois de cada desafio já é uma preocupação que não descuro.

Daí que, quando numa destas últimas manhãs ouvi na rádio o Manuel Carvalho dizer que o nosso Clube “Venceu o árbitro e empatou com a Académica”, me tenha divertido e deliciado.

Uma frase simples, aparentemente só de bom humor, e aqui está como toda a gente ficou a saber o que se passou lá por Coimbra – onde “O Elvas”, para empatar com o seu natural

         

 

adversário daquela jornada, teve que vencer um opositor inesperado… dado que se tratava do homem… que podia e devia colaborar com ambas as equipas desde que exercesse, apenas, criteriosa e justa actuação, como dele, todos esperariam.

          

E assim que, por vezes… um só… desde que mal intencionado…destrói o equilíbrio duma equipa e prejudica toda a colectividade.

Mas, ao que se sabe… talvez porque o Mundo e a bola têm ambos a forma redonda… acontece o mesmo em todos os futebóis desta vida.

E, porque falo de futebol e aproveitei o intervalo para o meu próprio comentário… é tempo da segunda parte.

Não é a primeira vez que comento a graça, a frescura, a frontalidade que o Manuel Carvalho usa no que escreve e diz. A ele próprio, já algumas vezes o terei dito, mas esta frase, desta vez, foi na verdade um achado.

E que para mim, a reportagem é isso: o comentário curto – conciso, irónico ou jovial até, mas, objectivo, colorido e bem focado, como o instantâneo apanhado no momento certo – como a pincelada que fala do pintor antes que se lhe leia a assinatura… como a clareza de quem assume o que diz.

        

Penso que é esse o segredo que faz o mérito dum repórter.

 

Maria José Rijo

 

estou: Uma frase – Um achado - 1986
música: Uma frase – Um achado

publicado por Maria José Rijo às 21:40
| comentar | Favorito
partilhar
6 comentários:
De Xavier Martins a 12 de Novembro de 2009 às 22:18
Excelente texto minha amiga
Já tive o prazer de conhecer o Sr Manuel Carvalho
numa inauguração da Câmara e gostei imenso de
o ouvir falar.
Também já ouvi alguns relatos e confirmo as
suas palavras.
Um bem haja para si e para o Manuel Carvalho
que daqui o cumprimento com estima.

Este seu amigo
Xavier Martins


De Maria José a 16 de Novembro de 2009 às 20:04
Meu Amigo - ao entrar ontem no Museu de fotografia que festejava o sexto aniversário lembrei-me que o Xavier se lá fosse agora, depois que tiraram o biombo que encobria a janela deixando a luz inundar a sala, havia de sentir como foi proveitosa a sua comparação do espaço a um subterrâneo.
Obrigada pela sua presença amiga que é um apoio generoso que me faz bem
um abraço - Maria José


De Damião José Carvão a 13 de Novembro de 2009 às 20:38
Gostei. São sempre interessantes os seus artigos.
Parabens

Damião Carvão


De maria José a 16 de Novembro de 2009 às 20:14
Damião José
Que boa surpresa aparecer mais alguém que se dá ao trabalho de nos dirigir palavras de apoio.
Agora que já passo dos oitenta, eu própria, por vezes
acho graça a esses textos há tanto esquecidos
Obrigada
Maria José


De Aristeu a 14 de Novembro de 2009 às 00:11
Tia querida
Calcula como está esta casa. Uma casa de loucos.
A Mag chora e eu choro com ela.
O Gilinho já está em casa e sem vontade para nada.
O Meu pai tenta alegrar este , aquele e o outro...
O tio Julião anda perdido de amores pela florzinha,
lá andam a preparar o casório... valha-me deus...
E eu cá ando aqui e ali...
...
E a tia como está?
Bem? desejo tanto que esteja bem, a trabalhar
nas suas coisas lindas, para nos mostrar no blog.
Gosto muito de si.
Muitos beijinhos tia

Aristeu


De Gustavo Frederich a 14 de Novembro de 2009 às 00:19
Muito boa noite
Minha tia querida.
Cá estou nestes caminhos de Deus.
Neste lugar há uma Paz, uma beleza especial, um
aroma no ar.
Eu sei que a tia iria adorar caminhar por aqui, como
eu.
Fico muitas horas junto do Padre Pio, como que
sentido o perfume do lugar e imaginando ouvi-lo
falar comigo, para me aconselhar e me mostrar a
verdade do amor pela vida.
Desse ,mesmo amor pela vida, que a tia tem.
---
Mais uma oração ao Padre Pio
-
Ó Cristo Jesus, fonte de amor e misericórdia,
nós vos agradecemos por nos terdes dado
Padre Pio como sinal vivo de vossa paixão,
morte e ressurreição. Com as chagas em
seu corpo e a serenidade em seu rosto,
comunicastes ao mundo a compaixão pela humanidade.
Animados pela alegria da fé, exultamos
porque a Igreja o eleva à honra dos altares, confirmando que vós sois a fonte da santidade
para todos os batizados em todos os tempos.
Ajudai-nos a viver como cristãos, a vida
de cada dia.
E que, por intercessão de Padre Pio,
possamos alcançar as graças de que
necessitamos para realizar neste mundo
a nossa vocação e a nossa missão. Amém!
Pai nosso... Ave Maria... Glória...
-

Muitos beijinhos tia Querida
Que o Padre Pio a olhe com carinho
Gosto muito de si

Gus



Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Parabéns

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

. Cá Estou ... - 1

. OLÁ Dolores

. 2007 - 2017 = 10 º Aniver...

. ENCONTROS DE CIRCUNSTÂNCI...

. Recado para os Sobrinhos ...

. Saudades

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@