Terça-feira, 30 de Março de 2010

Reformas...

Á LÁ Minute

Jornal Linhas de Elvas

Nº 1778 – 22 de Março de 1985

Reformas aos Senhores deputados…

 

Depois da recente aprovação do decreto que concede aos Senhores deputados – além de fartos aumentos nos seus proveitos mensais, prémios de presença e ajudas de custo – seria oportuno para a Assembleia da Republica, mais decretos com força de lei.

- Que “São Bento” passasse a designar-se de: “São Tomé”!

 

Seguiria assim a lógica desse Santo, quando diz que: é preciso ver para crer!

- Estabelecer um ano de propedêutico para toda a classe politica antes de começar o exercício efectivo desta “nova carreira profissional”!

Seriam maldade, ou grosseria, formas de repúdio – não reconhecer que à dignidade de certos cargos se deve, por convenção social, atribuir meios que permitam determinadas aparências e procedimentos.

Convenhamos que é verdade.

Porém – a pergunta que aflora ao bom senso do povo – em casos como este – é lógico: - Será que é curial (usemos termos de Assembleia) neste momento, usar os dinheiros públicos aumentando as regalias (que temem apenas pela aparente dignidade do cargo) quando a grande maioria de um povo, escassamente consegue salvaguardar uns restos de aparente dignidade humana?

- O que se poderá pensar da família que trazendo os filhos mal calçados e mal alimentados, tenha os pais a viver em regalada abastança – só porque – conhece gente rica e quer imitá-la?

Faz-se assim, ao nível do senso comum, com um exemplo comum, o paralelo com a relação de justiça que há entre a classe politica e o povo português.

Num país quando ao  fim de oito anos são pagos – como extra – (já que não excluem logicamente lucros de posições particulares que, muito justamente, não se põem em jogo por aceitação de cargos políticos) – Os Senhores Deputados vão auferir reformas! Reformas, cujos montantes, mesmo ao fim de 30 ou 40 anos de labor, estão absolutamente fora do horizonte possível do vulgar trabalhador que põe em funcionamento todas as estruturas de suporte da vida de um País! – Que credibilidade podem ter as afirmações e as promessas que emanam a toda a hora de tão altas entidades?

Daí que um ano de propedêutico vivido por cada Senhor Deputado, na intimidade dum casal de reformados, de pensionistas ou de quem viva com o salário mínimo – daria à classe politica a oportunidade de ver – para crer! (como é)!

Talvez que, com as ironias de punhos de renda, com as subtilezas dialécticas com que – entre pares – os afortunados tribunos se cumprimentam e se procuram mutuamente deslumbrar!

Talvez que, acabado o “playback” – vibrasse o frémito da verdade da Vida e da Morte – confrontadas como nas touradas findas as cortesias…

Talvez que ninguém mais quisesse ser responsável por deixar que amanhecessem outros dias em que se prestigia a dignidade da aparência do cargo – em detrimento da dignidade da pessoa humana.

 

Maria José Rijo

estou:

publicado por Maria José Rijo às 01:32
| comentar | Favorito
partilhar
6 comentários:
De Xavier Martins a 30 de Março de 2010 às 01:44
Então como agora...
Os seus artigos são sempre na hora certa.
A sua actualidade é uma maravilha.
Artigos de 85 mantem-se actuais.

Bem Haja minha amiga por mais este.
É muito bom que tenha este blog e mostre
aqui a sua obra literaria em diverasas
facetas.

Os meus Parabens.
Aprovei-to para lhe dizer que vou de férias
da pascoa para londes
para casa de uns amigos
.
Conto poder aceder ao seu blog todos os
dias.
Prometo que cá virei.
Uma Santa Pascoa.
Com muita amizade

Xavier Martins


De Flor do Cardo a 30 de Março de 2010 às 02:00
É sempre uma tremenda satisfacção
aceder a esta sua pagina.
Ler e recordar os artigos antigos.
Aprecio imenso o facto de estarem actuais.
è uma primazia da sua escrita.
A actualidade de então não se alterou nada.
Os problemas mantêm-se - não foram
resolvidos.
Mas adiante...

-
E como se encontra?
Sei da imensa chuva e frio que anda por
esses céus.
Mantenha-se no quente - não se
constipe. Olhe que não é nada agradavel
apanhar uma carraspana nesta altura.
Ah! e as suas Olaias já estão Lindas -
rosadas e floridas?
Recordo imenso as do Jardim Municipal
aquele bosque lindo cor de rosa, que por
esta altura era o regalo para muita gente
e muitos turistas.
Bem podiam apostar em plantar Olaias e
fazer - como os espanhois - escurções
para verem aquelas maravilhas.
Mas é mais facil cortarem-nas e apostar
nos desportos radicais. Presumo que o
parque esteja sempre repleto da criançada
a dar pulos e a saltar de uma lado para o
outro.
Novas visões do bonito!
Mas isso não interessa - quem compra um
burro e o vende...
Não é mesmo...
-
Nós por cá vamos andando.
O Aristeu muito ocupado com a Meg de
grande barriguinha e sempre sorridente.
O Gilinho já vive ca rapariga aqui - numa
ala da nossa casa. Muito feliz...
e eu cá vou andando e convivendo ou
antes tentar conhecer este pedaço de metal estranho - que sempre me ajuda (eu acho?)
... mas cá vamos.
Sabe estamos a espera do Sinfrónio o
primo do nosso amigo falecido.
vem cá buscar o que era dele. Sabe que ele
refiro-me ao Julião - tinha uma figura
que eu achava semelhante ao Eça.
Era curioso as semelhanças. Quando lhe
disse - riu-se imenso e depois o Gilinho
comprou-lhe o óculo, só uma lente para ele
imitar o Eça. E fazia-o tão bem.
Era só rir com esta criatura.
Pelo que sei o priimo deste - o Sinfrónio -
que nome caricato - até tremo se vem com a
mesma disposição do primo.
Depois lhe iremos dando conta...

Bom e eu fico-me por aqui.
Uma semana muito agradavel para si
Com muita amizade

Luciano


De Adalgisa a 30 de Março de 2010 às 02:07
Olá tia
Finalmente cheguei e consegui abrir o pc
estive de férias - fui para o México e por
lá estive um tempão.
Adorei tudo e todos os lugares que conheci.
Foi muito bom e sinto-me bem.
E a tia como se encontra?
Espero e desejo que esteja bem.
Tem é de ter cuidado com os frios - deste
Inverno que não nos quer deixar.
Voltei ao nosso rame rame.
Milçhões de beijinhos

da sua sobrinha

Gisa


De Hélia Pereira a 31 de Março de 2010 às 02:35
Excelente artigo.
Como sempre nos tem habituado.
Os meus Parabens

Hélia Pereira


De Luis Carlos Presti a 31 de Março de 2010 às 02:38
Minha querida tiazinha

A Páscoa está próxima, muito prõxima pelo que
vim expressamente para lhe deixar um grande
GRANDE beijinho.
E desejar que esteja bem - que se sinta bem
melhor.
Que a Primavera venha alegrar o seu coração
e a faça sorrir.
Eu e a minha familia gostamos muito de si.
Apesar do meu silencio não me esqueço de si.

Muitos beijinhos
Luis carlos Presti


De Augusta Silva Torres a 31 de Março de 2010 às 02:46
Minha querida Amiga
Desculpe a minha longa ausencia daqui, do seu
blog mas estive muito doente e o mau filho levou-me
para o Canadá - onde estive até a esta ultima
2da feira.
Agora que me sinto bem melhor e retomei muitos
dos meus hábitos - não resisti e cá estou.
Confesso que tinha saudades de ver e regalar-me a
ler os seus belos artigos.
Sentia muita falta de andar por aqui e conversar
consigo, Senhora dos meus tempos.

E consigo?
Como se encontra de saude?
A adaptação deve de ser um pouco dolorosa e
custa-se a habituar - mas se é para nosso bem,
tudo é pouco. Na nossa idade a qualidade de vida
é muito importante.

Notei falta dos seus poemas - mas quem sabe
se agora que eu regressei - eles também apareçam
mais amiudo a estas paginas.

Minha amiga quero também desejar-lhe uma
Pascoa Feliz, senão completamente - que seja com
saude e na companhia de quem a Senhora quizer e
poder ter.

Seja feliz e sorria
(é o que me diz o meu médico sempre me telefona)

Muitos beijinhos
desta sua velha amiga

Augusta Silva Torres


Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Parabéns Luciano

. CONVITE

. Cá Estou ... - 2

. CORAL PÚBLIA HORTÊNSIA DE...

. CRIANÇA - 1990

. Parabéns

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

. Cá Estou ... - 1

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@