Sábado, 22 de Dezembro de 2012

Natal 2012

Natal 2012

 

David Mourão Ferreira escreveu um poema lindíssimo – “Ladainha dos póstumos Natais” - que volta e meia me acorre ao espírito num misto de encanto e enternecimento, e que nesta época de Advento se me impõe como uma oração que se rezasse imbuída das lembranças felizes que se guardam vivas no coração e da inevitabilidade de consciência de que tudo na vida é efémero, menos a própria Vida.

Por todo ele perpassa uma doce nostalgia, uma doçura feita de saudade que nos faz evocar pessoas que são quase sombras perdidas na lonjura do tempo passado, mas ainda habitam como referências na nossa memória afectiva e nos identificam com a serena aceitação das sombras que todos seremos

 

“Há-de vir um Natal e será o primeiro

em que se veja à mesa o meu lugar vazio

Há-de vir um Natal e será o primeiro

em que me hão-de lembrar de modo menos nítido

Há-de vir um Natal e será o primeiro

em que uma voz me evoque a só consigo

Há-de vir um Natal e será o primeiro

em que não viva já alguém meu conhecido

Há-de vir um Natal e será o primeiro

em que nem vivo esteja um verso deste livro

Há-de vir um Natal e será o primeiro

em que terei de novo o Nada a sós comigo

Há-de ir um Natal e será o primeiro

em que o Natal não terá qualquer sentido

Há-de vir um Natal e será o primeiro

Em que o Nada retome a cor do infinito “

 

Neste Natal de 20012 aqui deixo os meus desejos de Boas-Festas para o”Linhas de Elvas” e seus leitores com a esperança de Fé que no amor a Deus se renova.                                                       

Em todos os tempos, a seu tempo, há-de vir um Natal

Em todos os tempos, a seu tempo, todas as existências retomarão” a cor do infinito”

 

                                               

 Maria José Rijo

 

 


publicado por Maria José Rijo às 15:01
| comentar | Favorito
partilhar
19 comentários:
De Dolores a 23 de Dezembro de 2012 às 00:14
Minha querida Tiazinha
Cá estão estes seus 3 sobrinhos que tem andado
tão em silencio - mas tia - uma gripe imensa
que parecia não ter mais fim abraçou-nos de uma
maneira que já pensava ser assim para o resto da
vida.
MAs agora já estamos bem melhor Graças a Deus.
E a Tia como tem passado?
Esperamos que esteja bem melhor e por favor
CUIDE-SE - peço-lhe que se proteja do frio, na
sua idade é prejudicial.

Tiazinha gostei muito deste seu artiguinho
de Natal - como aempre a sua mão para e
escrita deixa sempre uma onda de calor que
nos aquece o coração.

Vai passar o Natal com a Tia MAria Barbara.
Espero que sim porque só é uma grande chatice.

Mil beijinhos querida Tia
Que o MENINO JESUS lhe traga muita SAUDE,
ALEGRIAS, CARINHO, ALEGRIAS e algum dinheiro
que sempre ajuda um pouco (isto se os
governantes deixarem).

Gostamos muito de si minha querida
BEIJINHOS
Da sua familia na FRANÇA

DOLORES
AVELINO
MAgé


De Maria josé a 31 de Dezembro de 2012 às 16:19
Meus queridos é sempre consolador saber de vós e, mais e melhor sabe-los bem
Muitas vezes penso em como estes quase seis anos de blogue transformaram um contacto de acaso numa afeição de família.
Pena só que as distâncias não permitam sentar a Bagé ao colo, contar-lhe histórias etc...etc...etc...
Um abraço grande com os melhores votos para 2013 e a minha grata amizade
tia Zé


De Alzira e Romualdo a 23 de Dezembro de 2012 às 00:18
Nossa querida Amiga
Somos primos da Dolores e lemos o seu blog
desde que ela nos contou deles.
Não sou muito dada a escrever - mas hoje
e visto o Natal estar a bater-nos à porta
venho deixar-lhe um beijinho de
PARABENS pelo lindo e maravilhoso blog que tanto
nos encanta e desejar UM FELIZ NATAL e que o
Ano de 2013 seja paera si um BOM ANO com
muita saude, alegrias e doçuras da vida.

Bem haja por tudo

Alzira e Romualdo


De maria José a 31 de Dezembro de 2012 às 16:30
Queridos"primos"
obrigada pela vossa agradávei visita.
Eu ando muito arredia das "escritas" e, para ser mais verdadeira - de tudo...no entanto receber mensagens dos amigos é um grande conforto mesmo para gente preguiçosa...
ajuda a viver.
Bem vindos à família
Tudo de bom para vós e um abraço grato da
tiaZé


De GUS a 23 de Dezembro de 2012 às 00:30
MINHA QUERIDA TIA
Bem sentiu o meu coração...
Bem sentiu ele que algo estava mais mal que bem...
Sabe Tia - normalmente os corações são traidores
mas o meu desta vez - em relação a si - acertou em cheio.
O que muito lamento porque queria senti-la bem
e feliz - como em tantas outras vezes.

Mas tudo vai ter um pouco de conserto... sinto que
sim - e espero ainda a sua confirmação.
Por aqui a neve cobre tudo com o seu manto
branco, ao longe na floresta resinosa o odor
marca a distancia e os olhos descem no branco...
É bom olhar o frio quando se está junto da
lareira e quentinho. Sei que sabe como é bom
sentir a natureza a um passo. Sei que me
entende.
E a sua KIKA? Já está mais calminha ou ainda é
uma gatinha que so faz diabruras???
O meu Adolfo - um lindo bosques está aqui
no meu regaço - não quer outra coisa...
Por vezes pergunto-lhe se me confunde com a sua
almofada vermelha de veludo e ele apenas se
enrrola e parece sorrir.
A minha companhia que muitas vezes não me
deixa trabalhar - quer brincar... Coisas de gatos
com reflexos de gente.
Mas é um grande companheiro. Adoro Salmão
e sardinha sem esquecer o atum... é um bom
garfo como se pode ver.

Minha queridinha Tia
Espero que agora se restabeleça e se sinta melhor.
Que o Menino Jesus lhe traga muita SAUDE e
as alegrias para o seu coração.
Eu vou-me ficar por aqui com o meu bichaninho
temos de pensar para o 2013 que vai ser muito
duro a todos os niveis.
Sei que me entende.

GOSTO MUITO de si minha Tiazinha
Cuide-se e não se deixe ficar só, não faça como eu
procure a companhia de quem a mima.

FELIZ NATAL e Parabens pelo nosso blog
SEMPRE com bom nivel,
BEIJINHOS

GUS


De Maria José a 31 de Dezembro de 2012 às 17:23
Meu Querido
Se eu pudesse, creia que não estaria tão isolada.
Mas... (quando esta adversativa aparece, começa a lamúria e eu abomino isso)
Então falemos de outras coisas.
De palavras, por exemplo .
Tempos houve em que dizer "querido" era uma constante no meu vocabulário do dia a dia.
A pouco e pouco, os destinatários desse afecto mudaram de mundo. Estão inatingíveis para a reciprocidade do carinho que não permite a solidão,
e, embora as palavras e o sentimento que elas exprimem vivam connosco o desejo de perservar a recordação do que julgavamos nosso vai-nos isolando
Um belo dia toma-se conta da realidade,e embora as palavras persistam em acudir à memória, já mais doem do que confortam.
Daí que sejam mais importantes "ainda" os sobrinhos de coração como o meu querido Gus
Um grande abraço de todo o coração
tia Zé



De GISA a 23 de Dezembro de 2012 às 00:40
Oh minha querida Amiga
Ainda se lembra de mim - sou a Gisa.
Desculpe a minha grande ausencia - se se
recorda quando comecei aqui a escrever
a minha familia diminuiu de pois cresceu...
adoptei uma menina chamada Magda com
13 anos
que faz um ano me desapareceu - deixou uma carta
a dizer que ia procurar a vida para o estrangeiro
e até hoje nunca mais soube nada dela.

Agora voltei novamente ao Porto para a casa que
era dos meus pais onde vivo - sobrevivo com o
meu gato Luisão, um gato de rua que se habituou a
mim e agora é o meu amigo.
Como ve minha querida a vida deu uma grande
viravolte e cá estou eu no inicio da linha.
Mas a vida é isto - 1 passo para a frente - 2 para
tras.

E a Tia como está - pelo que pude ler nos seus
comentarios também anda numa onda negativa
o que me deixa muito triste.
Mas quem sabe se agora com o ano Novo as
coisas retomam o caminho e a saude4 volta.
ESPEREMOS que SIM.

Muitos beijinhos minha tia
Muitas saudades

GISA


De Maria josé a 3 de Janeiro de 2013 às 12:30
Querida Gisa - que alegria saber o que é feito de si.
Claro que não a esqueço e só não reclamo das ausencias dos meus amigos, porque dos silêncios só quem neles se esconde sabe as razões que a mim só me cabe respeitar.
Há vidas de que as pessoas se queixam porque nelas nada acontece... noutras, somos nós que não entendemos o que nos acontece.
Se calhar é esse o mistério e o maior encanto da vida.
Vivamos então o melhor possível com o que nos vai calhando que sempre ha-de aparecer algo que nos alegre. À Gisa o "seu" Luisão, a mim a minha Kika...
Que este 2013 lhe satisfaça os sonhos mais secretos e a faça muito feliz
Beijinhos - tia Zé


De Cacilda Oliveira a 24 de Dezembro de 2012 às 00:24
Olá minha amiga
daqui do Porto vai um grande Beijinho
e desejos de um FELIZ NATAL
e um Ano Novo muito prospero -
com muita saude e muitas Alegrias.
Muitos beijinhos
e por favor continue com este blog que eu ADORO
ler - venho cá todos os dias.
beijinhos

Cacilda OLiveira


De Maria José a 3 de Janeiro de 2013 às 12:39
pelos seus bons votos de Boas-Festas que retriduo e pela sua presença aqui nesta "nossa" casa.
Não fora a dedicação e peseverança da nossa Paulinha e este espaço não teria acontecido, mas a verdade é que só para vos contar a todos como amigos já teria valido o trabalho e a paciência que ela tem tido para o manter vivo.
Um abraço grande
Maria José


De CILENE a 24 de Dezembro de 2012 às 00:27
Oiiiii minha tão queridinha Tia
Desculpe estar tão afastada - mas silencio não é
esquecimento ... só muito muito trabalho.

Mas é NATAL e cá estou eu para lher deixar
muitos beijinhos em seu CORAÇÂO
e desejar que o seu Natal seja pleno de saude
e muitas alegrias junto da sua queridinha
familia.

Beijinhos em seu Coração TIaaaaaa

Gosto muito de ôce.

CILENE


De Maria José a 3 de Janeiro de 2013 às 12:59
Querida Cilene
A festa ficou melhor com a sua presença.
Ainda bem que é o trabalho que a tem afastado da "conversa".
É sinal que tudo corre bem.
Não conta nada das crianças. Como estão? se lhe calhar diga , está bem?
Boas -Festas tudo de bom para vós neste novo ano e com saudades um abraço ternurento da tia Zé


De Luis Carlos Presti a 24 de Dezembro de 2012 às 00:30
Minha querida Tia Zé
Neste Natal de 2012 quero desejar-lhe o
melhor do mundo SAUDE - que se sinta muito
bem e feliz.
A minha querida Tia Zé merece o melhor.
Espero que o passe junto de quem gosta, da sua
querida familia.
Muito grato pelo seu comentario.
FELIZ NATAL
e que o Ano Novo de 2013 seja muito bom
para si.
Grato pelo seu carinho que tanto me aquece o
coração.

Beijinhos

Luis Carlos Presti


De Maria José a 3 de Janeiro de 2013 às 13:13
Querido Luis Carlos
Hoje por concidência faz anos o meu sobrinho Luis Manuel que está duplamente em festa pois acaba de ser avô de um Francisco que chegou há duas semanas.
Não faz ideia de como essa criaturinha que me aparece todos os dias no telemóvel me tem ajudado.
Volta e meia vou espreitá-lo e fico com mais coragem para suportar as minhas próprias rabugices.
Mas... eu vim deixar-lhe um abraço grande com desejos de tudo de bom para o novo ano e, agradecer a sua querida mensagem e... meti-me à conversa...
beijinhos - tia Zé



De Maria Augusta Silva Torres a 24 de Dezembro de 2012 às 00:38
Olá minha querida amiga
Gostei muito do seu artiguinho de NAtal.
Sabe esse é um poema que sempre me encantou,
em tempos idos, quando nos ensinavam muitos
poemas, como os de João de deus, Camões e
tantos outros que ainda sei bocadinhos... e sabia
tantos eu...
E a minha amiga como está??
espero que esteja melhor.
Cuide-se e deixe-se cuidar - nas nossas idades
o melhor é deixar que nos cuidem, que nos
mimen e nos encham de miminhos.
Já estou a ficar muito doce - como diz o meu
filho....

Minha amiga espero que seja bom o seu Natal e
não se fique apenas na companhia desse mimo
que é a sua Kika.
Que o amor dos nossos é que são a nossa
preciosidade. Sabe bem a que me refiro.

Bom eu aqui - este ano - fico no meu ninho
vêm todos para cá.
Que ninguem nos oiça mas sei que acham
que não passo deste. estou-me a rir consigo.

Minha querida
Que o seu NAtal seja bom e com muita saude
que o ANo NOVO de 2013 seja prodigo (acho
que o Coelho e os outros não vão deixar mas...)
os milagres tambem acontecem.
Muitos beijinhoss

desta sua velha Amiga

Maria Augusta Silva Torres


De GILINHO a 24 de Dezembro de 2012 às 00:40
Oiiiii minha querida Tiaaaaa
É NATAllll
E estou muito contente - O NATAL é a minha
festa preferida - a da familia.
Sabe este ano vou fazer uma surpresa a todos...
mas não vou contar... é mesmo surpresa.

Bom Natal para si minha Tia
Muitos beijinhos
deste seu sobrinho

GILINHO


De Maria josé a 3 de Janeiro de 2013 às 13:25
Olá meu querido!
Agora já sei qual foi a surpresa que o meu "semeador de sonhos" inventou desta vez.
Sabe lá a falta que fazia por cá quem fizesse malabarismos para sumir coelhos na cartola e dispersar camelos pelo deserto para entreter bem longe de nós o rei gaspar e o seu séquito...
Mas... talvez por o ano ser 13 espera-se mais azar do que sonho realizavel...
Que bom que possam encher de beleza a vida dessas menininhas...
Isso jamais alguém lhes tirará
Tudo de bom para todos!
Felicidades! Beijnhos Tia Zé


De Xavier Martins a 24 de Dezembro de 2012 às 11:12
Minha cara Amiga
Quero deixar aqui um grande abraço e desejos de
um Feliz Natal.
Que o Ano de 2012 seja bem melhor que este
mas pelo menos que tenhamos saude, alegrias
e já que dinheirinho no bolso deve escassear.
Felicidades

Xavier Martins


Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Parabéns Avelino

. Parabéns Luciano

. CONVITE

. Cá Estou ... - 2

. CORAL PÚBLIA HORTÊNSIA DE...

. CRIANÇA - 1990

. Parabéns

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@