Segunda-feira, 4 de Março de 2013

Sobe, sobe, balão sobe...

.

.

“Sobe, sobe, balão sobe
Vai pedir àquela estrela
Que me deixe lá viver e sonhar”

 

Assim se canta…

 

Que sempre o Homem teve o sonho de voar, de sentir o arrepio entre o medo e o prazer de ver o mundo de cima, da abrangência dos céus.

De pairar alto, sem limites, como os sonhos, sentindo no rosto os afagos do vento à solta que arrasta consigo cheiros de polen, de flores, de terras ferteis, de zonas aridas, secas como pastos mortos,  de gados, de árvores que bordam sombras no solo com suas generosas frondes, de albufeiras, riachos que cantam à procura de destino…

De se deixar alucinar pela beleza das cores,pela visão surpreendente do casario que conhece de cor e se lhe oferece ao olhar em perspectivas tão diferentes que se afiguram quase irreais…  

 

Nesta exposição de fotografia de João  Carpinteiro,

“ Um balão…Uma visão…Passeio de balão”

É-nos oferecida em imagens de surpreedente beleza a aventura de ver a nossa cidade, como a vêem as aves e as estrelas lá dos ceus…

Venha! Venha ver que vai gostar.

É como um sonho

Como o sonho de voar…

                                               

 

Maria José Rijo

 

Da net:

Aeróstatoé uma aeronave provida de um ou mais recipientes cheios de um gas mais leve do que o ar, que pode elevar-se ou permanecer imóvel.

 

Da enciclpédia verbo:

Balão é um aeróstato sem motor: pode ser livre, em completa flutuação no ar, ou cativo, quando ancorado ou rebocado. O material do envolucro pode ser papel, peliculas animais, tecidos finos, películas sintéticas, etc…

 


publicado por Maria José Rijo às 10:35
| comentar | Favorito
partilhar
10 comentários:
De Xavier martins a 4 de Março de 2013 às 23:37
Olá que bom que voltou...
já estava preocupado pela demora...

Estive nesta exposição e tenho este catalogo.
fico sempre muito contente quando vejo que
a senhora contribuiu com as suas escritas.
Sabe que os catalogos ficam logo com outro ar.
Realmente a Senhora tem um DOM muito
especial para a escrita.

Esta uma exposição maravilhosa
realmente o Dr João Carpinteiro é a ALMA
daquele Museu, sem ele nada tem o mesmo
sabor, a mesma alegria e musica no ar,
digam lá o que disserem.
Daqui vai um abraço e mais uns Parabens
pela belissima exposição.
Ser atendido por este Senhor é uma honra
pela educação e simpatia com que nos recebe.

Parabens

Xavier Martins


De maria José a 8 de Março de 2013 às 12:44
Querido amigo
talvez por ser o dia da mulher, hoje, consegui, furar a greve, que na verdade tem sido apenas dificuldade de adaptação a circunstâncias nunca desejadas.
Deus queira que não seja fogacho e que me volte o jeito de escrever que tanto me ajudava a viver...
Deus queira!
Mas, esta conversa hoje é para lhe dizer quanto me enternece a sua amiga fidelidade a este blog, que é como quem diz a sua presença sempre amiga.
Bem haja por tudo!
Pena só que nunca nos tenhamos cruzado nestes caminhos da vida...
Pena mesmo!
Um abraço grato
Maria José


De Luis Mauricio a 4 de Março de 2013 às 23:41
Os meus Parabens
gostei muito da exposição e do seu texto
D.Maria José.
Muitos Parabens

e também gostei muito da exposição, sabe
que vou quase sempre - digo quase , porque
há muitas delas que não posso estar presente
mas as que são fotos mesmo do Dr. carpinteiro
Não FALTO nunca.
É sem sombra de duvida o melhor fotografo
da cidade de Elvas.

Os meus Parabens para ambos

com amizade e simpatia

Luis Mauricio


De maria José a 8 de Março de 2013 às 12:52
Luis Maurício
Mostrei o seu comentário ao Dr. João Carpinteiro que ficou profundamente grato com as suas palavras, até disse que gostava de identificar as pessoas que fazem o favor de visitar a exposição e a apreciam.
Na verdade a luta diáriia que ele tem para manter vivo aquele museu bem merece o apoio de quem tem interesse por estas causas.
Pela minha parte aqui lhe deixo um abraço grato pelas suas generosas referências
Bem haja!
Maria José Rijo


De Flor do cardo a 4 de Março de 2013 às 23:54
Cara Maria José
Graças a Deus que deu noticias... daqui de longe,
não sabiamos de nada...
Vejo que esteve de ferias do blog.
ainda bem que voltou.

E vejo que o Dr. carpinteiro - que eu conheço de
menino, por ter sido muito amigo dos pais.
Sempre o admirei pela forma magica das suas
fotos, Menino Joaozinho com muito talento
ja dizia a minha mulher.
Mas vejo que agora aliou e MUITO BEM - a
sua maravilhosa escrita ao olhar belissimo
das suas fotografias.

Certamente que ja não se lembra de mim,
mas muitas vezes estivemos juntos, em festas
camararias e particulares.
Mas é mesmo assim não nos lembramos de
todas as pessoas...

Minha amiga esta de Parabens porque
continua com a pena bem afiada e a escrever
com essa sua forma tão especial e única.
Continue e não se deixe abater - eu agora
ando na mó de baixo como se costuma dizer,
tenho uma grande anemia e apareceram uns~
diabetes que estão a tramar a vida...
cada vez que mais se caminha para a frente
um mundo novo cheio de dor e alguma
desilusão parece florir a cada passada...
Oh que vida !! - já dizia a minha Mãe e eu já
digo o mesmo que ela.

Amiga não desista, força para o resto da
caminhada. Desculpe as minhas palavaras
mas ando um pouco triste... o Gilinho perdeu
as duas crianças no parto... anda tudo aqui
num choro pegado e já la vai mes e meio....
O Aristeu lá tem a Maria José que esta linda a
cada dia e agora tem o mano Maximus que é
um gaiatão formidavel.
Mas a tristrza escorre aquin pelas paredes.

Ai amiga
a vida é um mistério muito grande e triste.

Bem haja por ter regressado
Um abraço para o menino Joãozinho
e outro para si.

Com amizade

Luciano


De Maria José a 8 de Março de 2013 às 13:25
Querido Amigo
Depois deste meu tão grande silêncio tenho tanta coisa para dizer que nem sei como começar.
Fiquei absolutamente angustiada com a fatalidade que atingiu o meu queridissimo Gilinho e sua Mulher.
Meu Deus! quanta aflição e dor.
Por favor abrace-os forte, muito forte em meu lugar. Sei que só o tempo os ajudará a acomodar essa mágoa dentro do coração.
Penso que as filhinhas deles fazem anos agora no dia onze, espero que a alegria de as ver crescer em saude e beleza os ajudará na caminhada da vida
Da sua saude, fica-me a preocupação mas, também a certeza de que tem um filho fora de série que tudo lhe proporcionará para que esteja o melhor possível
Peço-lhe que diga ao meu querido Aristeu e Mag que fiquei muito feliz com a vinda do "Morgado", para quem peço a Deus tudo de bom na vida.
Acredito que as manas estejam lindas, só nunca percebi que sabendo a minha direcção - e tendo-me prometido que o fariam - nunca me tivesse cá chegado um retratinho para meu regalo de alma!
Paciência!
Mostrei ao Dr.Carpinteiro as referências que lhe faz.
Tal como eu lamenta não haver possibilidade de pessoalmente reavivarmos essas recordações.
Meu querido Amigo um grande abraço e vamos lá ver se serei capaz de voltar aqui às nossas conversas com mais frequência
Saudades e saude, saude, saude
Maria José



De DOLORES a 6 de Março de 2013 às 00:51
Minha queridinha Tia

desculpe tanta ausencia mas temos tido problemas
com a net, pelo que só agora resolveram o assunto.
Reparei como também o blog tem estado parado e só agora publicou este texto tão bonito.
Que se passa Tia esta doente?
Desinteressou-se do blog? Não faça isso peço-lhe
por favor.
tem aqui um blog enorme e lindo com todo um
trabalho de vida.

Nós por ca vamos andando na graça sde Deus
agora a s coisas - a nossa vida - parece ter
enfim - entrado numa linha feliz (ate tremo em
repetir estas palavras)
A menina esta um encanto fala bem o frances
e nos rimos muito com ela.
Adora balett e tudo o que diz resopeito a musica.
aqui em casa a "mãe" tem um piano lindissimo
e ela leva horas com os dedinhos na teclas
ja sabe usar o aparelho de cd e so gosta de
musica classica, nao sei a quem ela sai - a minha
filha nao apreciava - este casal sim - vai às
operas, ao teadtro, a tudo o que é arte e acho
que ela esta a apanhar o jeito. Será?
O que pensa a tia??

Tia volte. este blog sem si não tem alma.
Gostamos muito de si e desculpe a minha
ausencia.

Muitos beijinhos
DOLORES


Ah o meu marido tem um orquidario que e de
fazer inveja. esta muito satisfeito


De Maria josé a 8 de Março de 2013 às 14:28
Olá!
Que bom ter notícias vossas e boas pela graça de Deus
Fico sempre feliz quando de algum modo posso acompanhar o crescimento dessa Menina que nos trouxe tanta esperança.
Que bom que as tendências dela sejam viradas para a arte.
Pelo que me contaram ,era assim a Luizinha, embora por ramos diferentes.
Que a Vida a deixe crescer em bem e para o Bem é também o meu desejo.
Também vos peço que não tenham medo de se sentirem felizes. Na verdade os meus queridos sobrinhos sofreram com tanta coragem tão grandes revezes na vida que também têm direito à coragem de se sentirem felizes sem remorsos.
Parabens pelas orquideas!
Um abraço grande e muito amigo da vossa de coração
Tia Zé


De Daniel fonseca a 7 de Março de 2013 às 00:24
Já passei no Museu de fotografia para ver a
exposição que aqui tinha - a Senhora dado conta - atraves deste programa, onde li o seu texto
com muito prazer.
Foi isso que me fez passar pelo Museu.
Fui muito bem recebido pelo Dr João carpinteiro
que me mostrou a exposição naquela sua forma
exemplar e tão simpatica.
Quero aqui agradecer a disponibilidade e a
enorme simpatia com que fui recebido e
elogiar as belas fotografias que se expoe ali
naquele espaço.
achei no entanto uma falha - que quanto a
mim poderia ser colmatada se colocasse
ali um computador que desse acesso aos
visitantes de observar outras exposições
já ali realizadas, para se ter a ideia de que em
espaço tão pequeno - se podem fazer outro
tipo de enquadramentos - dar assim a visão
de que o espaço pode ficar não só bonito
mas também elegante.
É apenas uma opinião - que é a minha, apenas.

Aproveito para dizer que tenho andado a ler
este seu belissimo blog de 6 anos.
Tenho que parabenizar a sua bella escrita, a sua
belissima forma com que "fala" com quem a lê.

Muitos Parabens.
Com muita admiração

Daniel Fonseca


De Maria José a 8 de Março de 2013 às 14:48
Daniel Fonseca
Não imagina como eu gostaria de ter falado consigo!
Não é por falar bem da exposição, creia!
É que por via de regra as pessoas entram e saiem das exposições como se fossem estatuas, como se tivessem vergonha de ter opinião, e isso entristece quem expôe porque fica com a sensação que o "seu assunto" não tocou os corações a que era destinado.
Pelo contrário o Daniel comenta e faz sugestões.
Devo dizer-lhe que a mulher do Dr. Carpinteiro rejubilou por vir alguem de fora a lembrar um desejo porque ela luta há tempo...
Mas, um ia virá...(o problema, é o de sempre... mesmo antes de Gaspar...)
Obrigada pela visita ao blogue e pelas palavras amáveis.
Numa altura em que a saude começa a lembrar-me dia a dia que os 87 estão à porta, creia que muito ajuda
aparecer alguém que nos diz que "valeu a pena!"
Um abraço grato
Maria José


Comentar post

.Maria José Rijo

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Parabéns Luciano

. CONVITE

. Cá Estou ... - 2

. CORAL PÚBLIA HORTÊNSIA DE...

. CRIANÇA - 1990

. Parabéns

. A afilhada da Tia Zé

. Páscoa - 2017

. Homenagem a Maria José Ri...

. Cá Estou ... - 1

.arquivos

.tags

. todas as tags

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.links

.Contador desde- 7-2-2007

Nova Contagem-17-4-2009 - @@@@@@@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@@@@@@

@@@@@@@@@@@@@@@ A Seguir-nos por aqui. Obrigado @@@@@@@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@

.Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

.ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@

.LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@