Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O campeonato

Domingo, 01.06.08

Jornal linhas de Elvas

Nº 2.873 – 6-Julho - 2006

Conversas Soltas

 

                 

Desde as minhas primeiras incursões no mundo da leitura que interiorizei como figura ideal de parente com quem, creio, todos gostaríamos de conviver - a personagem de Júlio Diniz – tia Dorotéa.

(Talvez fosse premonição para o meu destino de tia, quem sabe!)

Então, que ouvindo recentemente o Professor Marcelo falar da “nossa” qualidade no futebol, pensei:

Se eu fora a tia Dorotéa e ele o “meu” Henriquinho, dada a imensa ternura e admiração que nutriam um pelo outro, embora mantendo cada qual os seus pontos de vista – (como é comum entre gerações diferentes) -  dir-lhe-ia :

Ó Henriquinho, o Menino desculpe, mas também jamais viu, no nosso país, tanto apoio dado seja lá ao que for... não é verdade?

O Menino repare, que até eu, que já contei oitenta, e, como as “meninas” da minha geração, pouco mais aprendi, para além dos mistérios da culinária, do que a bordar matiz, fazer sala e falar francês, fui induzida a decorar os nomes de quase todos os jogadores e de todos os países que entram no campeonato!...

O menino já viu coisa igual ou semelhante por estes reinos?

Já reparou que até “a árvore das patacas” tem as fotografias dos jogadores?

Já viu fazerem isso, e tudo o mais, que por aí se tem feito, com qualquer outro evento ou personalidade?

Figuras de prémios Nobel da ciência, da medicina, da literatura, ou de qualquer ramo de arte?

Já viu e ouviu falar de forma igual ou semelhante de músicos, escultores, poetas, inventores, santos ou pecadores?

Tem conhecimento de crianças que ao nascer sejam, por exemplo inscritas na Academia de Santa Cecília, ainda que haja quem no berço, lhes trauteie canções de embalar?

Não consta, pois não?

Mas sabe que ainda de chupeta na boca se fotografam bebes para serem filiados nos clubes da escolha dos pais, ao mesmo tempo que se lhes providencia a cédula de nascimento?    

Não vá agora o Menino dizer-me que eu sou contra o futebol!

Não vá! – Não vá - porque não sou ! – Acredite que não sou! - e creia que me apraz verificar que quando se investe nos Portugueses, eles, sempre mostram que não são menos aptos que quaisquer outros, seja em que ramo for.

Até que, se surpreendem, é pela positiva.

Mas, reconheça – Pense, que se de há tantos anos a esta parte - como se tem apoiado o futebol – se tivesse dispensado esforço de apoio igual a outros interesses...e, se lhes pagasse pela mesma convidativa bitola...

Talvez António Damásio...

Talvez Maria João Pires...

Sebastião da Gama...

Talvez José Gil...e, mais, e mais, e mais... fizessem parte até das colecções de cromos que todos os garotos gostam de colar em belas cadernetas coloridas...e fossem identificados num relance, e vissem as suas fotografias e as seus feitos com toda a justiça propagadas até em concursos de televisão...

È disso! - Desta despropositada e incomensurável diferença que me queixo!

Porque sei – com uma certeza de experiências feita – que tudo ainda poderia mudar se para tal houvesse vontade.

Quando se preparou em Elvas O Dia Mundial da Música – em 1987, usou-se por essa boa causa (não para propagandas pessoais) de insistência na divulgação dos temas. Pois a certa altura um homem que descarregava refrigerantes de uma camioneta, comentou:

         - Bach! Bach! - Por toda a parte vejo agora este nome, tenho que ir saber quem é o “gajo!”

Henriquinho – boas noites! Durma bem e cuidado com as velas por causa dos incêndios...

Só que eu não sou a tia Doroteia! – E, se há pessoas de quem todos nos possamos orgulhar, uma delas, é o Senhor Professor

Prima para abrir!

Marcelo Rebelo de Sousa que tendo a dimensão intelectual que tem e lhe é unanimemente reconhecida, sem favor, não vira o rosto aos fenómenos populares e antes prova a todos nós como as coisas podem e deveriam coexistir.

Sou apenas uma espectadora atenta e deslumbrada do seu saber e talento, que só em ficção, poderia conceber um tal diálogo...

 

Maria José Rijo                                                                                            

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria José Rijo às 22:34





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2008

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


comentários recentes

  • Anónimo

    ADOROAdoroooooooooooooMeu Deus Tia gosto imenso de...

  • Anónimo

    Mas que bom...As gavetas da memória ... que saudad...

  • Anónimo

    Oh minha querida Tiazinhacomo eu adoro este artigo...

  • Anónimo

    Querida Amiga de minha MãeAgradeço as suas palavra...

  • Maria José Rijo

    Creia que foi com profunda tristeza que recebi a n...


Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@






ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@


links

Um pouco de mim...

EFEMERIDES

Blogs- quem nos cita

Deambulo por

Culinaria

K I K A

Paginas de Diário

2019

2018

2017

2016

2014

2015

2013

2012

2011

2010

Cá estou ...

Mais alguns...

Alguns...

Alentejo

Eurico Gama

Artigos sobre...

Escola Musica / Coral

Elvas Cidade...

Escritores e...

A Familia

Sebastião da GAma

Minhas sobrinhas Bisnetas

Meus sobrinhos Netos

Meus sobrinhos

Diversos...

Páscoa

São Mateus

Cartas especiais

noticias em Jornais

Dia da Criança

Cartas do Brasil- 1996

AÇORES

Juromenha

Col. de Gastronomia

O Natal

Exp. MuseuTomaz Pires-1984

Exposição PERCURSO-2008

HistóriasCmezinhasEreceitas

Revista Sénior

JOSÉ RIJO

Hospital e Maternidade

Livro de Reminiscências

Livros- de HistóriasInfantis

  • A história da Cotovia
  • A história de uma Flor
  • A historia do Castelo
  • AlendaMisterioso vale florido
  • O sonho da Joca
  • A menina de Trapo
  • A avó conta 1 historia
  • Conto - Margarida - 1
  • Conto-Margaridavaicontente
  • ... então sonhei!
  • O Cavalinho encantado
  • A princesa Jasmim
  • Aurinha está doente
  • Arnaldo o terrivel
  • A Cabrinha
  • Era uma vez ...
  • O pequeno castanheiro

Dias festivos

Programa de Poesia (radio)

Crónicas na Revista

Livro de Poemas - I

Livro de Poemas - II

Livro de Poemas - III

Livro de Poemas - IV

Aniversários Linhas

Livro Rezas e Benzeduras

Livro das Flores

LivroJoaoCarpinteiro

A Visita - Despertador

Programas se SãoMateus

Entrevistas

Entrevista - TV-Videos,etc

Visitantes no Blog

Aniversarios Blog



arquivos



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.