Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Três citações

Domingo, 08.03.09

Jornal Linhas de Elvas

Nº 2.726 – 19 de Setembro de 2003

Conversas Soltas

 

 

Já poucos livros compro.

Já nem devoro com incontrolável avidez, um ou outro a que não vou conseguindo ainda resistir, e, ou pelo tema, ou até, á vezes, pela sedução que a capa em mim exerce, compro um pouco ao acaso, sucumbindo à tentação, como quem se submete, vencido, ao apelo da gula.

Agora, tiro mais encanto e conforto interior, a reler. A revisitar textos de que guardo memória. A bisbilhotar as marcações de páginas, que ao longo dos anos fui deixando a assinalar, uma ou outra frase, um ou outro pensamento que, por razões de que já nem sei o porquê, deixei a jeito de consultar com mais facilidade.

É um pouco como quem procura amigos de sempre, em cuja sabedoria confia e acredita.

Nesta linha de procedimento, chamei a mim, de novo, o encanto que já repetidas vezes tenho saboreado a ler e reler Marcelo Mathias em “Lembrar de Raízes”.

 

Tinham acabado de me garantir que a decisão de construir o parque de estacionamento sob o tabuleiro da Praça da Republica, era irreversível...porém, como enquanto há Vida há esperança tive a tentação de reavivar o meu protesto contra projecto tão insólito e tão repudiado por todos os elvenses. Quase logo de seguida desisti do meu intento e para me libertar do “pesadelo”, optei por ler um pouco.

Lidas algumas linhas, impôs-se-me uma mudança de atitude.

É que acabara de encontrar a resposta adequada às minhas hesitações.

Cito:

“Aos outros a conquista da Liberdade.

A mim pertence-me conquistar as liberdades que me pertencem.”

“Entre os servos que se julgam senhores e os senhores que pretendem continuar a sê-lo estou eu, cuja única ambição é parecer-me comigo. (pelos tempos que correm, nem sempre é fácil.”

 

Muitos de nós sabemos isto.

Que, pelo menos alguns de nós, não desistamos!

 

Sem comentários, transcrevo a terceira citação...

De resto comentários para quê!...

 

“ Lembro-me de julgar que só era governo quem fosse mais inteligente do que os outros.”

 

 

Maria José Rijo

                 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Maria José Rijo às 21:12


5 comentários

De Adalgisa Alexandra a 08.03.2009 às 22:36

Oh tia
lamento imenso que a sua mana não esteja bem
de saude, li no comentario do texto anterior .
Vou rezar aos meus santinhos de devoção, junto
as minhas orações ás suas.

Muitos beijinhos tia
e espero receba boas noticias.

Sua sobrinha

Gisa

De Aristeu a 08.03.2009 às 22:58

Também li
Oh que pena a Tia Barbara estar adoentada.
Deus queira que melhor rapidamente para que a
serenidade volte.
Notava-se realmente que qualquer coisa estava
a acontecer, aliás desde que a Dolores teve
aquele sonho (que ela disse nos comentarios)
que se notava a Tia assim... não sei como, até o
Gus também achava o mesmo.
Eu também e aqui está a saude de sua mana.
Vamos unir todos as mãos numa oração de fé
e ternura para que se restabeleça a vida com
saude.
Gosto muito das tias
beijinhos

Aristeu

De Dolores e Avelino a 09.03.2009 às 00:20

Querida Tia
Finalmente, era isso possivelmente - a tia e a sua
mana, que está doente, a tristeza que eu sentia em
si.
Nem sei...
Assina debaixo dos comentarios, também vou
continuar as minhas novenas a santa teresinha do
menino Jesus para a judar na saude de sua mana
e para proteger ambas.

Oh tia dê por mim muitos beijinhos a sua irmã e
também para si.
Saudades
Gostamos muito de si, a magé está linda

Beijimhos e as melhoras da sua mana

Dolores, Avelino e Magé

De Xavier Martins a 09.03.2009 às 00:39

Excelente este texto.
Aliás este blog é especial pela qualidade excelente
dos seus artigos de opinião.
E depois são-nos apresentados sempre de uma
forma tão bonita, que de textos longos, se lêm
com grande facilidade.
Muitos parabens para Si e sua sobrinha que fazem
deste dominio uma grande maravilha.

Também eu dou a minha mão para alargar o
circulo de oração, para que a saude de sua mana
seja brevemente restabelecida. A fé move
montanhas.

Um grande abraço e as melhoras.
Que receba boas noticias.

Xavier Martins

De Gustavo Frederich a 09.03.2009 às 01:00

Tia querida
Lamento este percurso de vida que tem de seguir,
esta dor de ver a sua mana a sofrer e sem poder
diminuir o seu dolor.
Deus vai ajudar, O nosso amigo Padre Pio vai
socorrer a sua mana e esta onde terrivel de
sofrimento vai passar.

E a tia como está?
Espero que esteja a sentir-se bem. Digo isto porque
entre irmãs que se querem, estas coisas pegam-se,
quero dizer o sofrimento, a tristeza passa de uma
alma para a outra, e sofre-se em silencio, como
se estivesse na estradinha, ali, mesmo ao lado,
olhando e sem nada poder diminuir, apenas dando
o nosso apoio e amor incondicional.

Também eu me junto a este circulo de luz e oração,
entre o perfume de flores e fé para a que a boa
esperança possa abraçar todos na mesma fé.
Esas são também palavras do nosso amigo
padre, que muitas vezes dizia coisas que só os
santos entendem.

Gosto imenso de si tia e tenho um carinhos
especial para a sua mana, a que posso dizer, também
minha Tia.

Muitos beijinhos
deste vosso sobrinhos

Gus

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


comentários recentes

  • Anónimo

    Cá estou eu ... meia hora depois da meia-noite...B...

  • Anónimo

    PARABÉNS PARABÉNS PARABÉNS Muitos beijinhos n...

  • Anónimo

    Minha querida TiaMuitos Parabéns pelos 94 anos - q...

  • Anónimo

    Boa AmigaSou o filho de Augusta Silva Torres que a...

  • Anónimo

    Eu sabia... sabia que era este mês que a tia fazia...


Pensamentos de Mª José

@@@@@@@@@@@@@@@@@

@@@@ O caminho acaba ali... Ali onde começa a descoberta, O caminho é sempre estrada feita O fim do caminho É uma porta aberta... Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Quando o homem se render à força que o amor tem e a arma for oração pulsará na vida a paz como bate um coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Ser semente do futuro, é a mensagem de esperança, Que como um recado antigo, A vida nos dá a herança.- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@ Eu penso, que é saudável e honesto reconhecer e respeitar as diferenças que nos individualizam no campo, também dosi deais.----- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@ Há uma tal comunhão entre a obra e o autor Que até Deus concebe o Homem e o Homem - o Criador! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ UMA IDEIA : É uma LUZ que se acende i nesperadamente no nossos espirito iluminando um caminho novo. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Sei para onde vou- pela ansia de galgar a distância- de onde estou- para o que não sou. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ A solidão é o que preenche o vazio de todas as ausências. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Quando na vida se perde, Um amigo ou um parente, P’ra que serve a Primavera? Se o frio está dentro da gente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Mesmo sobre a saudade, a doçura do Natal, embala cada coração como uma música de esperança. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Em passadas de gigante nobre de traça e idade vem da nascente p'ras fontes dar de beber à cidade. -- Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Nas flores como nas pessoas, ás vezes a aparente fragilidade também pode esconder astúcias e artificiosos bluffes ”. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ A cada um seu direito, A cada terra seu uso, A cada boca um quinhão, A cada roca seu fuso, Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Seja cada dia um fruto- Cada fruto uma semente- Cada semente o produto- Dos passos dados em frente. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Coisas e loisas esparsas- Como a ferrugem – se pica- Como a lama dos caminhos- Se pisada… nos salpica. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Todos os dias amanhecem Crianças Pássaros Flores ! Sobre a noite das crianças Pássaros Flores que já não amanhecem Amanhecerá! Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@ Ao longe vejo Olivença Mais perto, Vila Real A meus pés o Guadiana Correndo manso – na crença De que tudo é Portugal Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Pátria sagrada de povo, Que emigrada- ganha pão, estás repartida- mas viva Se te bate o coração. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Portugal mais se define Onde a fronteira se traça Pode partir, mas não dobra Quem defende Pátria e Raça Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@ Bom seria se os recados do nosso coração chegassem ao ouvido de quem os motiva, porque então saberíamos como somos queridos e lembrados sem necessidade de telefones ou cartas. As comunicações seriam de coração para coração como a música de alma que se soltasse de um poema. Maria José Rijo @@@@@@@@@@@@@@@@@@

LIVROS PUBLICADOS:

-E vim cantar- 1955@ -Paisagem- 1956@ -Rezas e Benzeduras- 2000@ @@@@@@@@@@@






ARTIGOS PUBLICADOS Em :

Jornal Linhas de Elvas - Desde 1950 @ @@@@@@@@@@@ Jornal da Beira - (Guarda) @@@@@@@@@@@ Jornal da Ilha Terceira (Açores) @@@@@@@@@@@ Jornal O Dia @@@@@@@@@@@ Jornal O Despertador @@@@@@@@@@@ Revista Norte Alentejo @@@@@@@@@@@


links

BLOGS DA CASA

EFEMERIDES

Aniversarios Blog

Culinaria

K I K A

Paginas de Diário

2020

2019

2018

2017

2016

2014

2015

2013

2012

2011

2010

Cá estou ...

Mais alguns...

Alguns...

Alentejo

Eurico Gama

Artigos sobre...

Escola Musica / Coral

Elvas Cidade...

Escritores e...

A Familia

Sebastião da GAma

Minhas sobrinhas Bisnetas

Meus sobrinhos Netos

Meus sobrinhos

Diversos...

Páscoa

São Mateus

Cartas especiais

noticias em Jornais

Dia da Criança

Cartas do Brasil- 1996

AÇORES

Juromenha

Col. de Gastronomia

O Natal

Exp. MuseuTomaz Pires-1984

Exposição PERCURSO-2008

HistóriasCmezinhasEreceitas

Revista Sénior

JOSÉ RIJO

Hospital e Maternidade

Livro de Reminiscências

Livros- de HistóriasInfantis

  • A história da Cotovia
  • A história de uma Flor
  • A historia do Castelo
  • AlendaMisterioso vale florido
  • O sonho da Joca
  • A menina de Trapo
  • A avó conta 1 historia
  • Conto - Margarida - 1
  • Conto-Margaridavaicontente
  • ... então sonhei!
  • O Cavalinho encantado
  • A princesa Jasmim
  • Aurinha está doente
  • Arnaldo o terrivel
  • A Cabrinha
  • Era uma vez ...
  • O pequeno castanheiro

Dias festivos

Programa de Poesia (radio)

Crónicas na Revista

Livro de Poemas - I

Livro de Poemas - II

Livro de Poemas - III

Livro de Poemas - IV

Aniversários Linhas

Livro Rezas e Benzeduras

Livro das Flores

LivroJoaoCarpinteiro

A Visita - Despertador

Programas se SãoMateus

Entrevistas

Entrevista - TV-Videos,etc

Visitantes no Blog

Blogs- quem nos cita



arquivos



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.